21 de jul de 2011

ACERTADA, A DECISÃO DA PREFEITA MARILETE VITORINO EM SEPARAR A EXPOTARAUACÁ DO FESTIVAL DO ABACAXI

III Exposição agropecuária de Tarauacá 1978
Na altura do campeonato podem acreditar é indiferente fazer ao mesmo tempo ou separado, o povo está sem dinheiro há muito tempo. O pouco salário que ganham mal dá para chegar ao final do mês, além de que antigamente corria muito menos dinheiro e se fazia tudo.

Se a preocupação principal é o fraco capital que vai girar durante os eventos, que o Governo mude de atitude e efetivamente coloque o povo com dinheiro na mão.

Em outros Estados vemos o povo gastando de quinta a domingo, gerando renda para o próprio Estado, município, comércio e conseqüentemente a indústria.

O que o Governo do Estado tem que aprender de uma vez por todas é que não se adianta um povo adiantando o ponteiro do relógio e sim com atitude.

O Acre precisa dar e receber incentivos. Como?

Simples, tudo começa pela educação. Uma educação de qualidade seja ela didática ou moral já incentiva capital externo a entrar e diversificar a tão parca indústria do Acre. Uma fábrica de compensado, de taco, de camisinha é muito pouco para a quantidade de estudantes que ensino médio e “faculdades” lançam na porteira do mercado de trabalho.

Por outro lado o Estado (se o País permitir entra com incentivos fiscais) ou não.

O que importa agora pelo nível de stress das pessoas sem dúvida é se divertir, esquecer os problemas do cotidiano, arrumar um novo amor na praça, desopilar o fígado, pois uma nova experiência é uma nova possibilidade de vida.

Agora estou curioso para ver como vai ficar o banner ou o pôster seja lá o que for.
BOA SORTE TARAUACÁ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.