15 de jul de 2011

É ASSIM QUE SE FAZ!


AC 24 HS - Sérgio Petecão garante fim da exigência do comprovante de endereço aos estudantes brasileiros na Bolívia

O senador Sérgio Petecão (PMN), recebeu um comunicado oficial do embaixador do Brasil, na Bolívia, Marcel Biato, na tarde desta quinta-feira, 14, que as autoridades do país vizinho se sensibilizaram com os apelos dos estudantes e cancelaram a exigência do comprovante de endereço dos estudantes brasileiros, que cursam medicina nas faculdades de Cobija, no Departamento de Pando.

Em protesto no início desta semana, os estudantes chegaram a fechar a ponte Wilson Pinheiro, pedindo a intervenção das autoridades brasileiras junto ao governo boliviano, para que a exigência de uma moradia em território boliviano fosse cancelada. Petecão destacou que o sentimento que fica é o de dever cumprido, já que durante o desenrolar da questão, levantou a bandeira dos acadêmicos do curso de medicina.

“É um vitória de todos. Quando iniciamos esta luta, tínhamos a certeza que o governo boliviano iria ser sensível com as reivindicações dos estudantes brasileiros. Nos últimos dias fizemos vários contatos com os representantes do Itamaraty, para que a questão fosse resolvida de maneira diplomática num curto espaço de tempo. A sensação que fica é do dever cumprido”, comemora Petecão.

 ENDIVIDAMENTO DO ACRE

O Senador Sérgio Petecão, (PMN-AC), disse, nessa quinta-feira, que vai fazer um levantamento minucioso de todos os empréstimos adquiridos pelo Estado do Acre nos últimos 12 anos. O senador acha que os empréstimos ainda contraídos até agora não alteram até o momento a base da economia acreana.

“Nossa economia é totalmente dependente e, apesar dos empréstimos, não vemos nenhum sinal de avanço. Nossa economia continua sendo a do contra-cheque e da dependência dos repasses constitucionais, dos convênios com o governos federal frutos das emendas dos parlamentares”, disse preocupado o senador Petecão.

O senador designou um grupo de assessores para fazer um levantamento rigoroso de todos os empréstimos, da sua aplicação e principalmente dos seus resultados. “Vou fazer uma espécie de uma CPI particular e a gota d’água foi essa desistência da iniciativa privada em tocar a fábrica de taco”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.