8 de jul de 2011

QUARENTA F-18 POR US$3,3 BILHÕES E TRINTA E DOIS F-35 POR US$ 5,9 BILHÕES

por Nunão
Nos Estados Unidos, Câmara aprova gastos de defesa de 649 bilhões de dólares para 2012

A Reuters informou que nesta sexta-feira, 8 de julho, o gasto em defesa de 649 bilhões de dólares foi aprovado com facilidade pela Câmara dos Deputados (House of Representatives) após quatro dias de debate em que os legisladores tentaram frear as operações de combate do Governo Obama, no Afeganistão e na Líbia.

Aprovado por 336 votos a favor e 87 contra, na Câmara que é dominada por republicanos, a medida vai aumentar o orçamento básico do Pentágono do ano fiscal de 2012 em 17 bilhões de dólares, comparado aos valores atuais, num contexto de intensa pressão para reduzir o déficit norte-americano de 1,4 trilhão de dólares. O ano fiscal de em 2012 começa em 1º de outubro.

Ainda assim, foram cortados 8 bilhões de dólares do pedido de orçamento geral do Governo Obama. Dos 649 bilhões de dólares aprovados, 530 bilhões estão alocados ao orçamento primário do Pentágono e outros 119 bilhões para as guerras do Afeganistão e do Iraque. A conta não inclui fundos para programs de armas nucleares ou construções militares, que acrescentam 33 bilhões ao valor dos gastos.

A medida inclui 5,9 bilhões de dólares para a compra de 32 caças furtivos F-35, 15,1 bilhões para a construção de 10 navios para a Marinha dos EUA e 3,3 bilhões para 28 caças F-18 Super Hornet e 12 EA-18 Growler, de guerra eletrônica. O Congresso ainda tem algumas semanas para a aprovação final dos gastos militares antes que Obama assine a lei.


Nos quatro dias de discussão, mais de doze emendas foram discutidas. Legisladores que desejavam uma retirada mais rápida do Afeganistão, para os quais também não agradou a decisão de Obama de intervir no conflito da Líbia, tentaram forçar, sem sucesso, medidas para mudar as políticas de guerra dos EUA. Um dos representantes afirmou que a “Líbia é uma guerra que esta casa adora odiar, mas que odeia parar”.

Esforços para cortar bilhões de dólares de diversas contas de defesa não foram aprovados. O corte mais bem-sucedido foi de 120 milhões de dólares para bandas militares. Mesmo assim, o que a Reuters chamou de deu trabalho para deixar o orçamento para 200 bandas compreendendo 4.600 músicos e pessoal de apoio em 200 milhões de dólares.

FONTE: Reuters (tradução, adaptação e edição: Poder Aéreo)

FOTOS: Marinha dos EUA (US Navy)


CLIPPING


CARRO VOADOR É LIBERADO PARA USO NOS USA


Quantos geeks já sonharam em ter um carro voador estacionado na garagem? Pois o sonho parece ganhar asas, literalmente. O TG Daily deu as boas novas: o modelo Transition Roadable da empresa especialista em veículos voadores Terrafugia recebeu concessão da National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA), órgão responsável pela segurança do trânsito dos Estados Unidos, e está liberado tanto para voar como para utilizar as rodovias americanas legalmente.
O curioso carro feito de policarbonato tem capacidade para duas pessoas, asas retráteis, alcança quase 200 quilômetros por hora e tem tanque com capacidade para 75 litros de combustível.
O custo do veículo está em torno de US$ 200 mil (equivalente a pouco mais de R$ 311 mil). Caso alguém se interesse pela compra, basta acessar o site da empresa (www.terrafugia.com) e reservar seu carro voador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.