31 de mar de 2011

NOITE DE AUTÓGRAFOS DO DR. SANDERSON MOURA FOI UM SUCESSO



Ontem foi o lançamento do livro ‘ADVOCACIA E ORATÓRIA OU DO HOMEM DE BEM QUE SABE FALAR’ do renomado advogado criminalista e tarauacaense Dr. SANDERSON MOURA aqui em Tarauacá.


   Dr. Sanderson convidou-me para dirigir a solenidade.  






O tempo, sempre ele, infelizmente nos privou de fazer um coquetel que essa solenidade merecia, mas fica para o próximo livro. Fiquei muito alegre com o convite que para mim foi uma honra.

Gosto de histórias como a do Dr. Sanderson Moura, histórias de pessoas que começaram de baixo e com a ajuda dos pais conseguem alcançar seus objetivos, mostrando e provando mais uma vez que uma família ajustada é importante na sociedade. Sociedade essa tão desvirtuada nos dias atuais.

Dr. Sanderson passou a pouco por uma pequena turbulência, mas isso é só para pessoas cuja estrela brilha, e claro os invejos sentem-se ofuscados, infelizmente isso é natural, o ser humano esta passando por um processo evolutivo.

 
Futuros leitores

Congregaram comigo essa noite alegre todos os munícipes de Tarauacá, por ter nascido aqui um homem que conquistou seu objetivo levando consigo o nome desta cidade. 

Apenas quero reforçar que quem acompanha o Blog do Dr. Sanderson Moura vê que ele fala muito na espiritualidade humana, na justiça como uma realidade, portando nota-se que ele nunca será derrotado porque é uma pessoa que nunca ofereceu nem oferecerá batalhas, é notório que ele tem uma grande esperança na raça humana. 

Defensor Público Dr. Paulo Michel
Atendendo a todos com a maior simpatia
Vereador Luiz Meleiro
Vereador Valdor do Ó
Vereador Francisco Batista
Família Moura
Dr. Rodrigo e Moço do Ensino Médio
Platéia
Colaboradoras 
Eu aprendi lendo o Blog Dr. Sanderson que “O QUE BRIGA SÃO AS IDEIAS, NÃO OS HOMENS”. 

Parabéns meu amigo e que esse seja o primeiro de muitos.

BASE NAVAL DE ARATU ENTREGA PRIMEIRO LOTE DE LANCHAS ESCOLARES


CARRETAS TRASNPORTARAM AS LANCHAS PARA MUNICÍPIOS AMAZONENSES
No mês de março, a Base Naval de Aratu, em Salvador (BA), efetuou a entrega de 10 Lanchas Escolares (LE) para o programa "Caminho da Escola", do Ministério da Educação.

As lanchas foram embarcadas em carretas e transportadas para os municípios de Manacapuru, Ipixuna e Careiro, no Amazonas, e Barão de Melgaço, no Mato Grosso do Sul.

O programa “Caminho da Escola” foi criado em 2007 com o propósito de renovar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar, ampliando, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência na escola dos estudantes matriculados na Educação Básica da zona rural das redes estaduais e municipais.

MARINHA DO BRASIL ABRE NOVAS VAGAS

CLIPPING
Veja tudo no site da Marinha do Brasil


CUIDE DA SUA BOCA, MAS MORRA DO CORAÇÃO


















BARRIGA É BARRIGA..
Arnaldo Jabor

Barriga é barriga, peito é peito e tudo mais. Confesso que tive agradável surpresa ao ver Chico Anísio no programa do Jô, dizendo que o exercício físico é o primeiro passo para a morte. Depois de chamar a atenção para o fato de que raramente se conhece um atleta que tenha chegado aos 80 anos e citar personalidades longevas que nunca fizeram ginástica ou exercício - entre elas o jurista e jornalista Barbosa Lima Sobrinho - mas chegou à idade centenária, o humorista arrematou com um exemplo da fauna:

A tartaruga com toda aquela lerdeza, vive 300 anos. Você conhece algum coelho que tenha vivido 15 anos?

Gostaria de contribuir com outro exemplo, o de Dorival Caymmi. O letrista compositor e intérprete baiano era conhecido como pai da preguiça. Passava 4/5 do dia deitado numa rede, bebendo, fumando e mastigando. Autêntico marcha-lenta, levava 10 segundos para percorrer um espaço de três metros. Pois mesmo assim e sem jamais ter feito exercício físico viveu 90 anos.

Conclusão: Esteira, caminhada, aeróbica, musculação, academia? Sai dessa enquanto você ainda tem saúde...

E viva o sedentarismo ocioso!!! Não fique chateado se você passar a vida inteira gordo. Você terá toda a eternidade para ser só osso!!!
Então: NÃO FAÇA MAIS DIETA!! Afinal, a baleia bebe só água, só come peixe, faz natação o dia inteiro, e é GORDA!!! O elefante só come verduras e é GORDOOOOOOOOO!!!

VIVA A BATATA FRITA E O CHOPP!!!
Você, menina bonita, tem pneus? Lógico, todo avião tem!
E nunca se esqueçam: 'Se caminhar fosse saudável, o carteiro seria imortal.?

E lembrem-se sempre: Celulite quer dizer - EU SOU GOSTOSA! Em Braile....


FRASES DO DIA - OSCAR NIEMEYER

                                                                                                 (fotoobviousmag.org)
"Projetar Brasília para os políticos que vocês colocaram lá foi como criar um lindo vaso de flores pra vocês usarem como PINICO".
Oscar Niemyer

Mais  pérolas do OSCAR NIEMEYER

OSCAR NIEMEYER (102 anos) deixou no seu TWITTER pessoal:

- Ganhei um convite para ver o filme da Bruna Surfistinha. Espero que seja MESMO um filme sobre surf.

- Meu médico me proibiu de tomar vinho todos os dias. Sorte que ele não falou nada sobre Smirnoff Ice.

- O filme da Bruna Surfistinha é uma apologia ao baixo meretrício e aos mais baixos instintos humanos. Mas pelo menos rolou uns peitinhos.

- Fui convidado para ver o pessoal do Comédia em Pé. Só não vou porque minha artrite não deixa ficar em pé muito tempo.

- Esse humor do Zorra Total já era antigo quando eu era criança.

- Linda, eu não vou a museus. Eu CRIO museus. Quer ir Ver uns museus?

- Sem sono e a fim de sair pro agito. Quem embarca?

- Existem apenas dois segredos para manter a lucidez na minha idade: o primeiro é manter a memória em dia. O segundo eu não me lembro.

- Ivete Sangalo me encomendou o primeiro trio elétrico de concreto armado do mundo. O pessoal aqui no escritório já apelidou de "Sangalão".

- A proposta era fazer o "Sangalão" de madeira para ficar mais leve.
Aí eu disse pra Ivete "Quer de madeira? chama um MARCENEIRO!".

- Caro Sarney: ser imortal na Academia Brasileira de Letras é mole.
Quero ver é tentar ser aqui fora!

- Nunca penso na morte, NUNCA. Vou deixar para pensar nisso quando tiver mais idade

- Perto de mim Justin Bieber ainda é um espermatozóide.

- Odeio praias lotadas aos domingos. Não dá pra surfar direito, é o maior crowd.

- Brasília nunca deveria ter sido projetada em forma de avião. O de camburão seria mais adequado.

- Na verdade quem projetou Brasília foi Lúcio Costa. Eu fiz uns prédios e avisei que aquela merda não ia dar certo.

- Sim, ela é aquele avião que não decola NUNCA. Segundo a Nasa, Brasília é inconfundível vista do espaço.

- Duro admitir, mas atualmente Marcela Temer é o monumento mais comentado de Brasília.

- Todos ficam falando Zé Alencar é isso, Zé Alencar é aquilo. Mas quem fez Pilates e caminhou na praia hoje? EU!

- O frevo foi criado há 104 anos. Ou seja: só tive um ano de sossego desse pessoal pulando de guarda-chuvinha.

- Segredo da Longevidade 48 - Não viva cada dia como se fosse o último. Viva como se fosse o primeiro.

- Na minha idade, a melhor coisa de acordar de madrugada para ir ao banheiro é ter acordado.

- Alguns homens melhoram depois dos 40. E eu mesmo só comecei a me sentir mais gato depois dos 90.

- Queria muito encontrar um emprego vitalício. Só pra garantir o futuro, sabe...

- Andei Comprando apostilas para Concurso do Banco do Brasil. Não quero viver de arquitetura o resto da vida.

- Foi-se o John Herbert, 81 anos. Essa molecada da área artística se acaba rápido demais.

- Só me arrependo de UMA coisa na vida: de não ter cuidado melhor da minha saúde para poder viver mais.

- São Paulo mostrou ao Brasil como se urbanizar com inteligência: basta fazer o exato contrário do que aconteceu lá.

- Fato: o meu edificio Copan aparece em 50% dos cartões postais de São Paulo. DE NADA.

- A quem interessar possa: eu NÃO estive presente na fundação de São Paulo há 457 anos. Na verdade eu não fui nem convidado.

- Se eu projetasse a casa do Big Brother os participantes iriam brigar pra ver quem saía PRIMEIRO.

- A vida é um BBB e eu quero ser o último a sair.

30 de mar de 2011

IRMÃS DE NOSSA SENHORA COMPLETAM 40 ANOS DE INCALCULÁVEIS SERVIÇOS PRESTADOS A TARAUACÁ.

Prefeito Raimundo Ramos e Ir. Clarinda.
Atendendo a um chamado do Bispo Dom Henrique Rüth  em 1971 a Irmã Maria Clarinda Canci e mais duas irmãs da congregação de Nossa Senhora, chegaram a Tarauacá para apoiar a Paróquia de São José. Acompanhe agora a saga dessas irmãs e o quanto à educação tarauacaense deve a essas pessoas comprometidas.
Que pelo menos no centenário que se aproxima elas possam estar juntas aqui novamente para receberem ao menos um muito obrigado da cidade de Tarauacá. Gentilmente a Ir. Clarinda me concedeu uma entrevista.

Como e quando a senhora soube que viria para Tarauacá?
Bom, há muito o Bispo Dom Henrique Rüth da Diocese de Cruzeiro do Sul vinha solicitando junto a Provincial a participação das irmãs em Tarauacá e a mesma vinha protelando, e em um encontro nos Estados Unidos de todas as provinciais a Madre encontrou o Bispo novamente e este falou que não tinha mais como a Madre dizer não. (Ir. Mari, Ir. Rosângela, Hugo Júnior, Ir Nonata e Ir. Gentil).
No retorno a Madre pediu voluntárias e obviamente encontrou dificuldades por ser o Acre naquela época “o fim do mundo”, iam ter que ficar no meio dos índios, enfim ninguém tinha coragem de vir. Depois algumas se ofereceram e vieram me perguntar se eu queria ir, no fundo gostaria, mas tinha muito medo e protelei mais um pouco. Por fim houve uma romaria no sul em Santa Maria e uma das irmãs não pôde ir tendo eu que ir em seu lugar, pois o ônibus partiria de Chapada. A minha preocupação é que eu tomava conta de 45 internas, a irmã percebendo minha preocupação disse que eu poderia ir que ela colocaria outra em meu lugar. Naquela romaria um irmão começou a me explicar no mapa onde ficava o Acre, como chegava até lá, ia de avião etc.
Assim que eu voltei, eu vi que estava pronta e escrevi um bilhete para a Provincial dizendo que podiam contar comigo. Aí foi uma alegria só porque já tinham quem mandassem e fomos fazer os preparativos.

Como foi sua vinda?
O bispo nos buscou e fomos até o Rio de Janeiro de ônibus e de lá embarcamos nos aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) até Manaus. De Manaus não tínhamos como ir para o Acre porque éramos nove, quatro para ficarem em Cruzeiro do Sul e três para vir para cá, além da Madre e mais uma irmã que vinha junto. Como queríamos vir todas juntas tivemos que esperar mais de 15 dias em Manaus quando apareceu o avião e nos levaram para Cruzeiro do Sul. Quatro que ficaram em Cruzeiro foram para o hospital. Depois tivemos que esperar mais oito dias um avião para nos trazer até Tarauacá. Então chegamos a Tarauacá no dia 30 de março de 1971.

Quem eram as outras duas irmãs?
Ir. Maria Gentil Magagnim (Hoje está no Sul) e Ir. Irmã Maria Beatriz Gatto. (encontra-se em Cruzeiro do Sul).

Quais foram as suas primeiras ações?
Havia uma escolinha municipal que depois viria a ser o Instituto São José, onde trabalhava a Dona Francisca Aragão e a Dona Francisca Bayma, aí eu a irmã Beatriz e as outras 3 ficamos ajudando nessa escolinha. Depois o Padre construiu a primeira ala do Instituto São José.
Construção do Instituto São José
Então a Senhora foi a primeira diretora do Instituto São José?
Sim, mas na verdade eu já era desde a escolinha porque o Padre pediu para eu pegar, já que a Francisca tinha uma sala de aula, antes era mais o Padre que dirigia. No instituto mesmo propriamente dito foi em 1974, depois quando eu fui para Feijó em 1978 à irmã Gentil assumiu.

Ficou quantos anos em Feijó?

7 anos e depois voltei para o Sul.

Como se deu sua volta ao Acre?
Eu pensei que nunca mais voltaria para o Acre, mas aí surgiu Acrelândia, novamente ninguém queria ou podia ir, às vezes por problema de saúde outras vezes por problemas de coragem mesmo, foi quando a Madre me perguntou se eu viria, e eu disse que enquanto tivesse saúde estava pronta para sevir. Fui e fiquei 10 anos, fundamos a paróquia lá. Depois voltei para Rio Branco em fevereiro de 2010.

E a volta para Tarauacá?
As irmãs aqui sendo apenas duas estavam sobrecarregadas então para ajudar e fazer companhia a elas surgiu à oportunidade de voltar para Tarauacá,  em abril e voltei.

Quando a Senhora decidiu vir, qual era a imagem que a senhora fazia do Acre?
Eu imaginava uma casa de palha no meio do mato, imaginava que quando a gente pendurava um cacho de banana os macacos vinham roubar (risos), muita lama, era uma preocupação só. Mas quando chegamos vimos várias casas bonitas, a nossa própria casa tinha uma estrela na frente, ficava bem aqui na esquina. Era a antiga casa de um seringalista.
Capitão Matuí
Falando em casa, como era a casa de vocês?
Não tinha nada era um salão aberto, não tinha cama cadeira não tinha absolutamente nada. Daí o Exército veio em nosso socorro. Tinha um militar do Exército, um Sargento chamado Péricles que se interessou em nos ajudar. Ele trouxe o Capitão Matuí e o mesmo se sensibilizou com a nossa situação e nos arrumaram 5 camas, pois a Madre e outra irmã nos acompanharam desde Cruzeiro, e umas senhoras nos arrumaram uns mosqueteiros.

Como se deu sua chegada em Tarauacá?
Foi muito engraçada porque foram correndo avisar ao Padre Trindade que o Bispo e uma turma de Irmãs haviam chegado ao Aeroporto e umas usavam vestido meio curto, pano na cabeça, meia e sapato de homem (risos), daí o Padre já sabia que eram Freiras e foi ao nosso encontro e nos conduziu a Igreja. Na época o aeroporto era aqui em baixo e só tinha uma passagem estreita, um trilhozinho limpo, o resto era lama e mato dos lados, as pessoas vendo aquela cena, inclusive as escolas, não conseguiram segurar os alunos e fomos rodeados de gente até a Igreja. Entramos na Igreja para agradecer a Deus nossa feliz viagem e tudo o que fazíamos éramos imitadas, fazíamos o sinal da cruz, todo mundo fazia o sinal da cruz, depois nos ajoelhamos sem dizer nada, aí todo mundo se ajoelhou, (risos), isso tudo ao nosso redor, foi muito engraçado, mas tínhamos que ficar sérias, depois rezamos um pai nosso e uma ave Maria e claro todo mundo rezou conosco.
Quando saímos da Igreja todo mundo queria chegar perto e tocar em nós, achavam muito estranho o nosso véu (risos).

E depois?
Depois fomos para a Casa Paroquial, ela era feita de palha e o fogão era a lenha, achei estranho porque havia muita fumaça e a fumaça deixava as teias de aranha todas negras, achamos aquilo o fim do mundo, aí falei: É o Acre!(risos). Lembro-me que o Padre Trindade sentou na cabeceira da mesa ele tocava uma sineta e aí vinha o Raimundo, e o Padre falava traga isso traga aquilo, faça isso faça aquilo, eu achei muito interessante porque nunca tinha visto isso também (mais risos).

Como foi a partida da Madre?
Foi tudo bem planejado já que ela sabia que eu era muito chorona. Teve um senhor que fez amizade com ela que eu não lembro o nome, ele ajeitou um churrasco e “tramou” tudo com a Madre para saírem bem em cima da hora. A dona Dalva esposa do Capitão Matuí também já estava preparada e ficaram nos enrolando, quando vimos o avião estava passando em cima da cidade, ela aproveitou e se despediu de nós bem rapidamente, entrou no carro do Exército dizendo que não havia necessidade de irmos até o aeroporto (risos), foi assim então, uma despedida que não foi muito sentida, porque quando vimos estávamos sozinhas (risos).

Como à senhora fazia para se comunicar com a família lá no sul?
Isso era quase impossível, uma carta demorava 1 mês para ir e mais 1 mês para voltar, só tínhamos o radioamador do Exército no 7º BEC.

(à esquerda Ir. Clarinda e eu)
E daí para frente?
Estava tudo correndo bem até que em setembro Tarauacá foi assolada por uma tragédia, caiu o avião em que estava tanto o Prefeito Tupanir Gaudêncio quanto o Bispo Dom Giocondo Maria Grotti, ambos faleceram. O Tupanir era da Inspetoria de ensino e diretor do ginásio. Quando nós chegamos o Governador Jorge Kalume pediu a Madre para que nós pegássemos a Escola Plácido de Castro, e a Madre disse que de jeito nenhum porque tudo era muito novo para nós e que precisávamos nos ambientar primeiro e isso era impossível naquele momento. Mas com a tragédia ficou tudo abandonado e o Governador veio para cá e pediu por misericórdia para assumirmos tanto a Escola Plácido de Castro como a Inspetoria de Ensino. O combinado era que assumiríamos em 1972, além de que o Plácido estava uma confusão só, faltavam menos de 80 dias letivos sem contar que naquela época cortavam a luz e ficava às vezes até uma semana sem aula.


Então como resolveram esse problema?
O Governador Jorge Kalume pediu para que fossemos a Rio Branco para de lá conversarmos com a Provincial, no gabinete dele tinha um radioamador, ele entrou em contato com o Exército de Passo Fundo e pediu para chamar a Madre que atendeu ao pedido e disse que não ia emitir a opinião dela, só disse que se as irmãs tivessem coragem e o Governador garantisse apoio não iria se opor. Então fomos nos encontrar com a Professora Íris Cabanelas Secretária de Educação do Estado.

Então assumiram a Escola Plácido de Castro?
Sim, voltamos para Tarauacá em novembro e assumimos o Plácido de Castro, estudamos a situação e vimos que tínhamos como falei menos de 80 dias letivos.  Fizemos o que pudemos naquele ano e nos preparamos melhor para o ano que entrava.

Se prepararam como?
Novamente o Exército teve papel fundamental, O Capitão Matuí ficou como vice-diretor e sua esposa a Dalva como professora de Português, os outros professores também eram Tenentes do Exército, assim como o regime, pois a desobediência era grande. Naquela época o Prefeito me autorizava uma ida por mês para Rio Branco com toda ajuda inclusive para me movimentar lá, tudo isso para eu não desistir. (risos). Fui até Rio Branco me encontrar novamente com a Secretária de Educação e fomos com o carro e o motorista do Governador até um depósito onde peguei livros para todos os alunos da 5ª à 8ª série, além de todo material necessário para a Escola funcionar, inclusive máquinas de escrever. O Avião precisou fazer dois vôos para trazer tudo, e em março nós começamos o ano letivo com aquele regime, mas olha, correu tudo bem.

A senhora acha que a Educação Moral melhorou daquele tempo pra cá? 
                                                                                                                                                Ir Mari Trabalhando. 
Em parte melhorou, mas em parte também ainda falta muito.

E a Escolhinha paroquial?
Lá havia crianças que estavam na 4ª série, mas não tinham capacidade de estar nem na 1ª série, não sabiam ler nem muito menos fazer contas básicas de matemática.

E esse outro problema, como foi resolvido?
Bom, ninguém ia aceitar voltar todo mundo para a 1ª série, então resolvemos deixar todos onde estavam com programa de 1ª série, conforme o desenvolvimento do aluno passava-se ele de série e assim foi indo, até ele ter condições de entrar na 5ª série lá no Plácido de Castro.

Houve mais alguma ajuda diferenciada nessa época do Governo do Estado?
Sim, o Governador nos deu uma verba para montar a banda e encomendaram os tambores, mas para não estragá-los treinávamos em latas de querosene e manteiga para pegar o rítimo antes.

Mas naquela época onde tudo era difícil, quem ensinou os alunos a tocar?
Novamente o Exército nos ajudou e depois as irmãs pegaram firme.

Nota 1: Hoje o Instituto São José é dirigido pela Ir. Maria Taffarel (de saía à esquerda) e tendo uma das coordenadoras a Ir. Maria Kollett (Ir. Mary), além dos funcionários.
Outras Irmãs passaram por Tarauacá e pelo Instituto. Peço perdão de ante-mão às que eu não consegui saber, mas é só mandar um e-mail que eu acrescento, são elas:
Ir. Borja, Ir. Cândida, Ir. Terezinha, Ir. Noeli, Ir. Cecília W, Ir.  Zita, Ir. Dulcinda, Ir. Rosa, Ir. Josema, Ir. Nelda, Ir. Luiza, Ir. Cecília K, Ir. Clair e Ir. Deusa.

Nota 2: Consegui levantar depois o nome do proprietário da casa, era o Sr. Rediner Mattos.

Nota 3: A Estrela que a irmã se refere parecia uma rosa dos ventos no “oitão da casa”.

Nota 4: Se hoje muita gente como médicos de grandes cidades não querem vir pra cá, imagina elas virem naquela época.


Foto de 1965 cedida pela Igreja Católica ao
 oestadoacre.com
Tupanir Gaudêncio
Nota 5: O Acidente aéreo que a irmã se refere onde faleceram o Dom Giocondo Maria Grotti e Tupanir Gaudêncio, foi de um DC-3 da Cruzeiro do Sul na aproximação para pouso em Sena Madureira no dia 28/09/1971. Era um DC-3 Prefixo PP- CBV, (avião da foto, mas talvez com a pintura da década de 70) houve 32 vítimas nesse acidente, 28 passageiros e 4 tripulantes. Um dos passageiros era o comerciante e pai  de Edvaldo Magalhães, Osvaldo Dílson Magalhães.


FOTO DO DIA

29 de mar de 2011

EXCELENTE POST SOBRE A AVIAÇÃO DO ACRE NO BLOG ALMA ACREANA

Clique aqui.

A QUEM INTERESSA TER O MEIO AMBIENTE NA PALMA DAS MÃOS?

Com certeza aos interesses internacionais e políticos que fazem deste tema tão importante moeda de troca. Não quero dizer que o Governo Brasileiro não deva cuidar do meio ambiente, lógico que deve, mas é justamente aí o cerne da questão. Quem tem que cuidar é o Governo Brasileiro e mais ninguém. Mata Atlântica, Amazônia e milhas marítimas etc. são de responsabilidade do Governo Brasileiro, é nossa soberania.

 

Países ditos de “primeiro mundo” onde reina a prevaricação estão querendo resolver o problema do Brasil sem que tivessem conseguido se quer resolver seus próprios problemas. É muito fácil pesquisar na Rede Mundial os desmatamentos em suas próprias florestas.
Seria mais interessante para a CNBB, CIMI etc. tomar conta de suas ovelhas que estão sendo perdidas para outras religiões a passos largos, e não interferir em problemas de soberania, a campanha da fraternidade ser peculiar somente à igreja católica no Brasil, portanto isso nos deixa em condições desfavoráveis. Tenho certeza que existem outros problemas mais próximos que eles deviam deliberar e que indiretamente ajudaria o meio ambiente, ou não têm?

Não obstante isso é muito fácil de resolver. É só os países que importam madeira do Brasil seja ela registrada ou não, parar de comprar e se privarem de enterrarem seus mortos com caixões de mognos envernizados.
Por que não fazem uma campanha para acabar com a corrupção, para acabar com o incesto em tribos indígenas, ou junto ao Vaticano para acabar com o Celibato? O prejuízo religioso seria menor.

“Eles não querem o nosso bem, eles querem os nossos bens”.
Padre Antonio Vieira

SONO ANIMAL!

28 de mar de 2011

DR. SANDERSON MOURA CONVIDA PARA LANÇAMENTO DE SEU LIVRO 'ADVOCACIA E ORATÓRIA OU DO HOMEM DE BEM QUE SABE FALAR'

O advogado tarauacaense Dr. Sanderson Moura está convidando os tarauacaenses para o lançamento de seu livro ADVOCACIA E ORATÓRIA OU DO HOMEM DE BEM QUE SABE FALAR na próxima quarta-feira dia 30 às 19:30 Hs na Câmara Municipal de Tarauacá.
Essa é uma grande oportunidade já que o autor vendeu em Rio Branco o livro a R$35,00 agraciando os tarauacaenses com um preço especial de R$ 20,00.




RIO BRANCO - SEMSA INVESTIGA MORTES 'POR DENGUE' E PEDE QUE A POPULAÇÃO NÃO 'VACILE' NO TRATAMENTO

Tiago Martinello, do Jornal A Gazeta

Morte de Welliane teria sido por dengue com complicações, enquanto a de Lea seria por agravamento da doença

Mosquito que infecta com a doença precisa ser combatido, mas uma vez doente, necessita-se muita cautelaO curto intervalo entre as duas últimas mortes envolvendo suspeitas de dengue têm deixado a população de Rio Branco apreensiva com a gravidade da doença. O primeiro caso foi o da servidora do IBGE, Welliane Roque Freitas, 22 anos, que morreu no sábado, 19. O segundo foi o da funcionária pública Lea Silvia Melo da Silva, 52 anos, que faleceu 3 dias depois, na noite de segunda-feira, 22, no Hospital Santa Juliana.

A morte da jovem Welliane teria sido por dengue com complicações, enquanto a de Lea seria por um agravamento gerado pela doença. Os dois casos estão sendo investigados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que deve concluir os resultados preliminares para ambos até o final do mês. Em tal parecer, a secretaria investiga e confronta os dados para eliminar as causas mais improváveis. Os resultados definitivos (dados oficiais, repassados ao Ministério da Saúde)  só devem ser finalizados em abril, após exames mais detalhados.

Leia mais

27 de mar de 2011

SOBRE ISSO MR. OBAMA NÃO FALOU EM SUA PASSAGEM PELO BRASIL

"Human twisted rights"
É mais fresquinho por   que vende mais? Ou vende mais porque é mais fresquinho?

Ou seja, os USA condenaram por  que caiu na NET? Ou caiu na NET por que os USA condenaram?
Fonte:constitutionclub

Another Abu Ghraib? Outra  Abu Ghraib?


26 de mar de 2011

FOTO - BIBLIOTECA DE TARAUACÁ ONTEM

AQUILO É POVO! VEJAM A CAPACIDADE DOS JAPONESES SE RECONSTRUIREM

Uma rodovia destruída pelo terremoto do dia 11 de março em Naka, na província de Ibaraki, no norte do Japão, foi reconstruída em apenas seis dias pela empresa responsável. Foi recuperado um trecho de 150 metros que faz ligação com a capital Tóquio.
G1

HUMOR


A TORCIDA
A loura estava tentando tirar a tampa da Coca-cola e não conseguia.
- Que inferno!
O dono do bar explicou:

- Você tem que torcer.
E a loura, batendo palmas:
- ABRE! ABRE! ABRE!


Mágica no navio


Como a platéia seria diferente toda semana, o mágico decidiu fazer o mesmo show toda semana.
Mas o papagaio do capitão do navio que assistia ao show toda semana descobriu como o mágico fazia seus truques.
Então o papagaio começou a gritar no meio do show:
- Olhem! Não é o mesmo chapéu!
No outro número:
- Prestem, atenção! Ele está escondendo as flores embaixo da mesa!
E no outro:
- Opa! Por que todas as cartas são Ases de Espada?
O mágico estava ficando furioso, mas não podia fazer nada, afinal o dono do papagaio era o capitão do navio.
Um dia aconteceu um acidente e o navio afundou.
Só sobrou o mágico, que ficou boiando num pedaço de madeira, no meio do oceano, e o papagaio, é claro.
Eles ficaram se encarando com ódio nos olhos, mas sem dizerem uma palavra, por dias e dias…
Após uma semana, o papagaio disse:
- Ok, desta vez eu desisto. Onde está o navio?


DOIS CONTRA UM NÃO, É COVARDIA

25 de mar de 2011

MINHA COLUNA 25/03/2011 - OS "PREFEITÁVEIS"

 
"A verdade é inconvertível, a malícia pode atacá-la, a ignorância pode zombar dela, mas no fim; lá está ela." (Winston Churchill)

Os “PREFEITÁVEIS”! Muito se especula, mas alguns nomes têm que ser considerados. Uma pequena análise. 

Primeiro as Damas
Marilete Vitorino DEM - (Agora tem a máquina na mão). Dois anos para mostrar serviço não pode ser desconsiderado.
Socorro Góes PP – Sempre teve vontade de ascender ao cargo do Executivo Municipal.

Luiz Meleiro PC do B – É o político mais atuante do PC do B. Tudo recai em cima dele. Além de ter um grande índice de aceitação. Não seria mais que merecido.
Moisés Diniz PC do B – Pode aparecer como elemento surpresa para apagar incêndios.

Roberto Freire PP – O agora Presidente da Câmara Municipal de Tarauacá, fazendo um bom trabalho, pode sim pleitear sua candidatura. Tempo tem.
Lulu Nery PP – Até pouco tempo era líder do Governo na CMT, agora é líder da bancada.
Cleudon Rocha PP – Agora é o líder do Governo na CMT.
Chico Sombra – É candidato sempre.

Valdor do Ó PSDB - Sempre teve vontade de ascender ao cargo do Executivo Municipal.

Dr. Jasone PT – Nome fortíssimo. Sempre teve uma ótima aceitação na população tarauacaense.
Ezi Aragão PT - Sempre teve vontade de ascender ao cargo do Executivo Municipal, é hoje o atuante representante político do PT no município.

DR. Rodrigo Damasceno, (sem partido) Correndo por fora com uma Ferrari, tem a vantagem de acordar cedo para trabalhar e não se incomoda de enfiar o pé na lama. Só vai depender de uma boa articulação.

Neto do Pro Link PSDC – Não tem pretensões à candidatura do Executivo Municipal, pelo menos por enquanto.

Paulo Ximenes PTB – Há muito vem declarando sua vontade em administrar a cidade.


Francisco Batista PDT -  Um Vereador que sempre é o mais votado, não se pode descartar.

Júnior Menezes PMDB – Tem o privilégio se quiser, de concorrer em dois municípios.

Quem sai na cabeça?
Simples, vai ser aquele que usar a cabeça.

Elogio I
Agiu bem o Vereador Roberto Freire em não tumultuar durante sua permanência na PMT. Não tem necessidade ter se desgastar à toa.

Elogio II
Da mesma forma o Vereador Valdor do Ó que não tomou atitudes deselegantes na CMT.

Para bom entendedor meia palavra basta.
Um partido pode não ter senioridade, mas entrar pela porta certa é fundamental para evitar problemas futuros.

Na mesma linha anterior, lembra sempre que:
Canja de galinha e pedir a Deus que te proteja dos teus amigos, não faz mal a ninguém. Dos teus inimigos, você consegue se encarregar.

Se eu fosse a Presidente Dilma Roussef
Criava a TV saúde. Ia economizar tempo e dinheiro

Se eu fosse o Governador Tião Viana
Criava um disk denúncia geral.

Prefeito não!
Prefeito eu não ia querer ser não, é um problemão.

Esquisito I
Não se vê um idoso tomando se quer um sorvete na praça à noite. Salvo depois da missa. Será que andam com medo de sair de casa?

Esquisito II
Uma mãe não ter sequer um termômetro para medir a febre de um filho em casa, é muito, mas muito esquisito mesmo. Se não tivesse dinheiro tudo bem, mas não é o caso de muitos aqui que só querem pedir emprestado ao vizinho. Termômetro e Banda aid são itens básicos. Deve ser costume.

Esquisito III
Tarauacá tem mesmo suas peculiaridades. O povo joga lixo no chão entope suas valas com garrafas pet contribuindo e agravando o transbordamento do rio, mas não é um povo que fala palavrão.

Conceito
Queria entender certos conceitos de educação.

Pit Bull I
Aqui em Tarauacá tem menor andando com Pit Bull no meio da rua,  você não sabe quem está carregando quem.

Pit Bull II
Vamos esperar uma morte aqui em Tarauacá pra serem tomadas providências?
Clique aqui e vejam as últimas notícias.

Interessante a idéia da FEPASA
Espero que a idéia não só chegue até o ralo, se não, a mesma pode conotativamente falando, entrar pelo cano.

Cresce o número de vendas pela internet
Essa é a compra do futuro, mesmo com estrada precisa-se de um aeroporto descente. Um dia o SEDEX vai ter que funcionar.

Observando...
Às vezes tenho a impressão que certas pessoas falam com outras como se estivessem falando com seus pais em casa. Não é bem assim. Professor, instrutor, diretor, gestor sabem mais do que outros, portanto respeito e humildade é sempre bom e derruba barreiras.

E a violência em Tarauacá?
Acabou? O que foi feito desde a última audiência pública?

24 de mar de 2011

VEREADOR LUIZ MELEIRO PREOCUPADO COM OS DESDOBRAMENTOS DA PARALISAÇÃO DA CRECHE NO MUNICÍPIO

Na minha indicação nº 06 de 2011, solicitando a reabertura da Creche Municipal, atingi um ponto super sensível da sociedade pelos seus desdobramentos.


NÃO SE PREOCUPEM ESTOU DE CAPACETE