28 de dez de 2014

DE SERINGAL À CAPITAL DO ACRE: RIO BRANCO COMEMORA 132 ANOS DE HISTÓRIA NESTE DOMINGO


O sonho de Neutel Maia foi além das fronteiras de um seringal e transformou o local na capital do Acre



Gina Menezes - Quando Neutel Maia escolheu a volta do rio Acre para estabelecer-se e começar o seu seringal não poderia imaginar que 132 anos depois estaria sendo comemorado o aniversário da cidade que involuntariamente ele ajudou a fundar. O ano era 1882 quando um cearense, que os historiadores descrevem como inquieto e sagaz, escolheu a curva do rio onde havia uma imensa gameleira para fundar seu seringal Empreza. De lá para cá passaram-se décadas e neste domingo (28) Rio Branco, rebatizada em homenagem ao diplomata carioca Barão do Rio Branco, que literalmente ajudou a colocar o Acre no mapa do Brasil, completa 132 anos de fundação. O sonho de Neutel Maia foi além das fronteiras de um seringal e transformou o local na capital do Acre. Isto é fato, o resto entrou para a história.

CONTINUE LENDO AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.