6 de fev de 2015

EM VÍDEO, BANDIDOS AMEAÇAM AGEPENS: "VAI COMEÇAR A MORRER AGENTE QUE NEM PRESTA"




Lylia Camargo - Um vídeo de pouco mais de dois minutos começou a circular na madrugada desta sexta-feira, 6, nas redes sociais. Na gravação, que pode ter sido produzida no Complexo Penitenciário de Rio Branco, supostos detentos ameaçam agentes penitenciários do Estado do Acre.

Ousados, os três rapazes que escondem os rostos e os braços para não mostrarem as tatuagens, afirmam que se os agentes continuarem “humilhando” seus familiares durante as visitas no Presídio Francisco de Oliveira Conde, “vai começar a morrer agente que nem presta”.

Os supostos detentos dizem que os agepens são responsáveis por usar spray de pimenta contra seus familiares e de jogarem “bombas de gás em presos pelados dentro das celas”.

“É se começar  a bater em “nois”,  vai começar a morrer agente que nem presta, tá ligado,  porque “nois” num tem nada a perder  não,  “nois”  já  tamo  preso, porque o crime fortalece o crime,  tá entendendo”, diz um dos criminosos.

Além das ameaças de morte,  os indivíduos também ameaçam atear fogo em ônibus,  viaturas e delegacias da cidade.  Já no fim da gravação,  eles revelam ter um grande arsenal de armas e desafiam os agentes a “bater  de frente” com eles.

“O nosso arsenal é  só metralhadora,  fuzil e pistola,  se quiser bater de frente “nois”  tamo ai”, dizem os mascarados.

Procurado pela reportagem  do ac24horas,  o presidente do sindicato dos agentes penitenciários,  Adriano Marques,  fala que o vídeo é  uma prova cabal de que o sistema prisional acreano “é  caótico e falido”.

“Depois deste video, quero ver ser se os representantes do governo ainda afirmarão com precisão que as mortes de agepens não tem relação com facções criminosas que atuam dentro das unidades prisionais”, disse o sindicalista.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.