3 de fev de 2015

PRODUÇÃO INDUSTRIAL CAI, 2,8% EM DEZEMBRO E TEM EM 2014 PIOR RESULTADO EM 5 ANOS

Operários na construção da hidrelétrica Teles Pires em Paranaíta, 
no Mato Grosso. 22/05/2014 REUTERS/Roosevelt Cassio
A produção industrial brasileira fechou 2014 com queda de 3,2 por cento, com debilidade em todas as categorias, no pior resultado em cinco anos, após cair em dezembro mais do que o esperado, destacando as dificuldades do setor para se recuperar neste ano.

O Instituto Brasileiro de Geografia a Estatística (IBGE) informou nesta terça-feira que a produção recuou 2,8 por cento em dezembro sobre novembro, quando a queda foi de 1,1 por cento em número revisado de recuo de 0,7 por cento.

Na comparação com um ano antes, a produção teve queda de 2,7 por cento em dezembro, o décimo resultado negativo seguido.

Com isso, o setor reverteu o avanço de 2,1 por cento registrado em 2013 e registrou o pior resultado desde a queda de 7,1 por cento vista em 2009, auge da crise internacional.

A expectativa de analistas em pesquisa da Reuters era de que a produção industrial recuasse 2,5 por cento em dezembro sobre o mês anterior e 2,4 por cento na comparação com um ano antes.

VEÍCULOS

De acordo com o IBGE, a categoria com pior desempenho tanto no ano quanto em dezembro foi a de Bens de Capital, medida de investimento. Somente no mês passado ela registrou recuo de 23 por cento sobre novembro, acumulando queda de 9,6 por cento entre janeiro e dezembro pressionada principalmente pelo recuo na fabricação de equipamentos de transporte (-16,6 por cento).

Já os Bens de Consumo Duráveis tiveram queda de 2,2 por cento na produção em dezembro sobre o mês anterior, chegando a uma perda de 9,2 por cento no ano passado com destaque para a redução na fabricação de automóveis (-14,6 por cento) no período.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.