24 de mar de 2015

AMERICANA GANHA US$ 1 Mi COMO PRÊMIO DE MELHOR PROFESSORA DO MUNDO


Professora de literatura que dá aulas há mais de quatro décadas é a primeira ganhadora do Global Teacher Prize

Nancie Atwell, professora de Southport, Maine, EUA, posa com o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, à esquerda, e o Sheik Mohammed bin Rashid Al Maktoum, primeiro-ministro dos Emirados Árabes Unidos e Governante de Dubai

A professora americana Nancie Atwell foi eleita a melhor docente do mundo e ganhou prêmio de 1 milhão de dólares. Ela foi a vencedora da primeira edição do Global Teacher Prize (Prêmio de Professor Global, em tradução livre). A cerimônia de premiação aconteceu em Dubai, no último dia 15.

"Acho que é um reconhecimento da profissão", disse Nancie à CNN. Ela diz que seu objetivo como professora é fazer da sala de aula um lugar de conhecimento e alegria, em vez de um local de stress e frustração.

O prêmio foi criado e concedido pela Fundação Varkey, uma organização sem fins lucrativos dedicada à educação de crianças carentes, a docentes de todo o mundo.

LEIA TAMBÉM:

Professora de literatura na pacata cidade de Edgecomb, no estado americano do Maine, Nancie dá aulas desde 1973. Há 25 anos ela fundou o Centro de Ensino e Aprendizado, uma escola sem fins lucrativos em que todas as salas possuem biblioteca, todos os feriados religiosos são celebrados e as provas são personalizadas.

Para estimular o interesse pela leitura, Nancie permite que seus estudantes escolham os temas de suas redações e dos livros que leem. E eles são leitores vorazes: cada aluno da escola lê, em média, 40 livros por ano - no Brasil, esse número gira em torno de 4 livro. Muitos já publicaram seus próprios livros.

Nancie é autora de nove livros sobre educação. Seu livro de estreia, In The Middle, vendeu meio milhão de exemplares.

A professora anunciou que todo o prêmio de 1 milhão de dólares será dedicado ao Centro de Ensino e Aprendizado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.