28 de mar de 2015

OS SERTÕES DE EUCLIDES DA CUNHA SERÁ RELANÇADO PELA COSAC NAIFY


COSAC NAIFY - A Cosac Naify lança a edição crítica do clássico de Euclides da Cunha: Os sertões. Lançado em 1902, Os sertões foi escrito durante a viagem do autor para Canudos, aonde foi como repórter d’O Estado de São Paulo a fim de relatar a guerra que lá ocorria. O que era pra ser um trabalho puramente jornalístico, porém, tornou-se um dos maiores romances da literatura brasileira. 

Euclides da Cunha alterou, emendou e corrigiu o livro em suas quatro primeiras edições, o que causou posteriormente um frutífero trabalho filológico. No total, são cerca de 10 mil variantes e correções.

Durante nove anos, a professora da USP Walnice Nogueira Galvão trabalhou para estabelecer um texto o mais fiel possível à última vontade do autor, e registrou as mínimas variações, dando conta da obsessão de Euclides. A edição, dividida em dois volumes, traz, além do texto integral e revisto por ela, um ensaio fotográfico de Flávio de Barros sobre a Guerra de Canudos (1896 – 1897), um caderno de imagens e uma fortuna crítica profusa, com textos de Antonio Candido, Gylberto Freire, Luiz Costa Lima e Antonio Houaiss, entre outros.

EXPEDIÇÃO DE EUCLIDES DA CUNHA 1904 E 1905

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.