15 de mai de 2015

DEPUTADO JESUS SÉRGIO APRESENTA SOLUÇÕES DE ACESSO AO CRÉDITO PARA OS MICRO-EMPREENDEDORES INDIVIDUAIS



Da Assessoria - O deputado estadual, Jesus Sérgio (PDT), esteve reunido com aproximadamente 30 Micro-Empreendedores Individuais (MEIs) da Baixada da Sobral, em Rio Branco. O encontro ocorreu na noite desta quinta-feira, 14 de maio, com objetivo de orientá-los quanto ao acesso à linha de créditos disponíveis, que podem chegar ao valor de até R$ 10 mil, sendo R$ 7.500,00 para investimentos e R$ 2.500,00 para capital de giro.

Jesus Sérgio estava acompanhado do contador e projetista, Eder Viana, para explicar aos MEIs quanto à necessidade de elaboração de projetos para obtenção de empréstimos junto ao Banco da Amazônia, que são oferecidas com taxa de juros acessíveis. A ideia é levar as orientações aos demais municípios do estado, a fim de impulsionar a economia e o empreendedorismo. 

As informações foram bem aceitas pelos micro-empreendedores individuais (MEIs), que demonstraram interesse em acessar as linhas de crédito e, com isso, impulsionar seu pequeno- grande negócio. Em posse dos projetos elaborados tantos os que já possuem, quantos aqueles que desejam empreender podem também acessar empréstimos junto ao banco. 

“A ideia não é fornecer ferramentas para endividamento do micro- empreendedor, mas sim impulsionar os negócios para que ele possa caminhar com suas próprias pernas. Pois sabemos que o Banco da Amazônia é o banco que tem como objetivo desenvolver a Região Norte. E o micro-crédito é uma das boas ferramentas para isso”, destacou o deputado. 


MEI - O Micro-empreendedor Individual (MEI) foi criado pela Lei Complementar nº 128/2008, aonde o trabalhador informal, aquele que trabalha por conta própria, pode se formalizar e ter acesso a vários benefícios, como emitir nota fiscal, cobertura previdenciária, acesso a linhas de crédito e vender para o governo. O MEI está enquadrado no Simples Nacional, e isso permite que o mesmo fique isento dos impostos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.