25 de mai de 2015

MENINO DE 13 ANOS É CONDENADO À PRISÃO POR MATAR MULHER NA INGLATERRA


Petri Kurti pisou com tanta força no rosto de Glynis Bensley, de 47 anos, que deixou marcas na bochecha da vítima

Oficiais da polícia britânica(iStockphoto/Getty Images)


Um menino de 13 anos recebeu nesta sexta-feira uma sentença de prisão para o resto da vida pelo brutal assassinato de uma mulher na cidade de West Midlands, região central da Inglaterra. O jornal The Guardian reportou que Petri Kurti jogou Glynis Bensley ao chão e, antes de roubá-la, pisou com tanta força em seu rosto que deixou as marcas de seu pé na bochecha da vítima. Glynis, de 47 anos, morreu logo após o ataque em decorrência de um sangramento severo no cérebro.

LEIA TAMBÉM:

Por ser menor de idade, Kurti terá de cumprir ao menos doze anos de prisão antes de ser liberado da custódia. De acordo com as leis da Inglaterra, ele ficará em condicional e será monitorado pelas autoridades pelo resto da vida.

Outro jovem de 20 anos identificado como Zoheb Majid também foi sentenciado a dez anos de prisão por seu envolvimento na morte de Glynis. Ele ajudou Kurti a roubar as joias, dinheiro, celular e cigarros da vítima após o menor de idade agredi-la.

LEIA MAIS:

A irmã da vítima, Dawn Bensley, disse à imprensa após o veredicto que Glynis foi morta a poucos metros do local em que ela nasceu. "Ela não merecia isso, ninguém merece isso. Eles saíram com o objetivo de fazer qualquer coisa. Foi uma ação desnecessária, eles ainda podem viver. Não me interessa quanto tempo terão de ficar presos, eles ainda poderão ver suas famílias. E as famílias deles também poderão ver seus filhos. Mas nós não teremos minha irmã de volta. É nossa família que está cumprindo uma sentença para o resto da vida", afirmou Dawn.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.