28 de jun de 2015

PREFEITO Dr. RODRIGO DAMASCENO PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO


O Prefeito Dr. Rodrigo Damasceno participou ontem (26), e hoje, da Audiência Pública para elaboração do Plano Municipal de saneamento básico. 

A elaboração desse plano é de iniciativa da FUNASA e teve como palestrante o Sr. Ronaldo Susuki da ECO ENGENHARIA Ltda, e também contou com a participação da senhora Shirlene Azevedo, do Núcleo Intersetorial de cooperação Técnica da FUNASA.

Esse prognóstico que foi feito é de fundamental para o planejamento futuro do município porque nele se especifica a responsabilidade de cada um e traça objetivos específicos para a organização do que já existe e para onde a cidade vai crescer.


Para o Prefeito Dr. Rodrigo Damasceno “A elaboração desse Plano Municipal de Saneamento é importantíssimo para o município, primeiro porque como médico sei que é uma questão de saúde pública, e segundo porque visitando o os bairros da cidade a gente nota que uma das ações mais relevantes e urgentes que podemos fazer é a  macrodrenagem, porque não adianta só ficar consertando pequenas coisas e lá na ponta do problema não dar vazão,  e as pessoas continuarem com seus quintais alagados. Por isso esse debate com a população é importante para sabermos quais as ações daremos prioridades segundo seus anseios”.  

Desperdício
Em relação à água tratada já é sabido que no Acre há municípios que se perde 68% a cada 100 m³ de água tratada, mais do que o município de São Paulo que é de 40%.

Responsabilidades
Tudo o que acontece dentro do município é de responsabilidade do município, portanto com esse prognóstico já sabemos o que está errado, onde está errado, leis que devem ser elaboradas, onde e quem Prefeitura deve cobrar, e até mesmo onde e com quem angariar verbas, já que trata de assuntos de alta complexidade como, por exemplo, aterro sanitário que não basta só implantar, tem que manter com um bom gerenciamento durante muito tempo, gerenciamento de resíduos sólidos, pneus, baterias, pilhas onde as empresas têm que ter os seus próprios planos de gerenciamentos, porque ela deve recolher  o que vende para dar um destino mais ecológico. 

Assecom

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.