3 de set de 2015

DEPOIS DO POVO TOMAR AS RUAS POR VÁRIOS DIAS, PRESIDENTE CORRUPTO RENUNCIA NA GUATEMALA


Se a moda pegasse na América Latina
O povo, sem partidos e sem políticos no meio.


Folha Centro Sul - O que o povo fez? Ficou na frente da sede do governo por vários dias, com paralisações e protestos paralelos em várias cidades. A arrecadação desabou, a economia que já estava indo pro pau,começou a deteriorar, o presidente se viu encurralado e pressionado por todos e caiu fora. No início das manifestações, que tiveram momentos de pauleira e repressão, o corrupto também dizia que 'jamais sairia do poder'. Mas, como todos podem ver, saiu na marra.

O presidente da Guatemala, Otto Pérez, um General da Reserva, renunciou, disse seu porta-voz nesta quinta-feira, após envolvimento em um escândalo de corrupção que prejudicou seu governo e levou o país ao caos poucos dias antes de uma eleição nacional.

Milhares de manifestantes tomaram as ruas da capital, Cidade da Guatemala, e de outras cidades nas últimas semanas pedindo a saída de Pérez, um general aposentado de 64 anos, após acusações de seu envolvimento em extorsões.

Sua carta de renúncia foi assinada no final da quarta-feira e enviada ao Congresso, que deve realizar uma sessão emergencial nesta quinta-feira para entregar o poder ao vice-presidente Alejandro Maldonado, seguindo a Constituição, disse o porta-voz presidencial Jorge Ortega.

Pérez negou repetidamente quaisquer ações irregulares e disse que não iria renunciar. Ele não é constitucionalmente elegível para concorrer à reeleição nas eleições presidenciais de domingo. ***(As informações são de Reuters/Alexandra Alper)

DETALHE IMPORTANTE

Um detalhe importante, não dito na reportagem da Reuters, mas que aparece em outras agências de notícias é que o povo exige novas eleições sem a presença da cambada que também fazia parte das mutretas que levaram o país à quase falência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.