14 de out de 2015

EM NOTA, O VEREADOR MARLINDO PINHEIRO EXPLICA SUA SAÍDA DO PC do B



Eu Marlindo Pinheiro, 34 anos e durante 17 Anos e 3 meses e 01 dia militei no Partido Comunista do Brasil – PC do B, fui ético e responsável pelas tarefas o qual foram destinadas a minha pessoa. 

A minha saída do PC do B foi simples e objetiva, o planejamento do partido que sonhamos para Tarauacá não foram colocadas em pratica depois que chegamos ao poder.

Na aliança feita com o PT nas eleições municipais de 2012 não foram cumpridas nenhum acordo, de minha parte o candidato a prefeito Rodrigo Damasceno vendo ele que não teria chance de vencer as eleições por que a população rural não o conhecia nos garantiu que, se eleito fosse á secretaria de Agricultura do Município seria os Trabalhadores Rurais que iriam escolher seu secretário, na época eu era Presidente do Sindicato dos Trabalhadores (As) Rurais de Tarauacá - STTR o qual seria uma proposta de seu governo foi a ultima conversa que tivemos sobre o assunto e começou a olhar a classe trabalhadora como oposição ao seu Governo, principalmente quando era cobrado melhorias para meio rural e fiquei sozinho no debate na Câmara, onde o movimento Rural pela primeira vez elegeu 02 vereadores e administração me isolou e Partido virou as costa nos debates mais difícil como orçamento Participativo do Município 2014/2015 que não haveria recursos suficientes para a produção o qual sempre sonhamos, e os trabalhadores nos cobravam arduamente e cheguei a fazer duras criticas ao governo municipal , um governo que ajudei a construir e depois ser descartado. 

Ele valorizou outras bases políticas e contrarias nada contra, não entendi nada naquele momento, sei que fui eleito para defender a população em geral e não o Prefeito em si, isso nos fez tomar essa decisão de sair e abrir novos caminhos para o PC do B e aliados. 

Fui o vereador do Partido que mais apresentou anteprojetos lei, Projeto lei, requerimentos, pedidos de Providencias, Audiências Públicas. 

Naquele momento o PC do B de Tarauacá foi o protagonista principal das eleições de 2012 que o prefeito Rodrigo Damasceno tinha um discurso que Tarauacá teria dois prefeitos, só balela e enganação aos nossos eleitores e aos Partidos aliados, ficamos fechados e sem espaço de trabalho, três secretarias que o PCdoB ficou não tem autonomia de resolver quase nada. 

A minha saída abrirá novos horizontes para administração e que possam continuar seu governo que construímos com tanta paixão, suor e lágrimas. O PC do B não deu uma resposta convincente aos e filiados. 

Agradeço o PC do B pela escola política que aprendi a respeitar e valorizar, onde deixo vários amigos e simpatizantes, espero construir um novo caminho sempre respeitando os aliados e os nossos cidadãos tarauacaenses. 

Saio da frente popular com o dever cumprido e um mandato honrado e ético, nunca serei covarde com o meu povo.

Marlindo Pinheiro 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.