9 de dez de 2015

DINHEIRO 'CAI DO CÉU' DURANTE OPERAÇÃO DA PF


Agentes da Polícia Federal deflagraram a Operação Pulso nesta quarta-feira contra um grupo de empresários que atuavam na estatal Hemobras

Dinheiro "cai do céu" após a chegada da Polícia Federal, em Recife (PE)(Divulgação/Polícia Federal/VEJA)

A Polícia Federal cumpriu nesta quarta-feira mandados de busca e apreensão em um prédio residencial de luxo no Recife, em Pernambuco. Ao perceberem a chegada dos agentes, um grupo lançou uma sacola de dinheiro do sexto andar do edifício.

Batizada de Pulso, a operação tem como objetivo desarticular uma quadrilha que direcionava licitações e desviava recursos públicos da Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobras). Os crimes recaem em diversos contratos e licitações, incluindo a obra de construção da fábrica da empresa em Goiana (PE).

Os agentes da PF também cumprem mandados em outros quatros Estados: Piauí, Paraíba, Minas Gerais e São Paulo. Ao todo, são dois mandados de prisão temporária contra empresários que atuam na Hemobras, entre eles um lobista; 28 de busca e apreensão e 29 de oitivas mediante intimações. Além disso, foi autorizado o afastamento de três funcionários da empresa - dois deles, diretores da estatal.

A Hemobras é vinculada ao Ministério da Saúde e trabalha com a produção de medicamentos destinados a pessoas com hemofilia, além de portadores de imunodeficiência genética, cirrose, câncer, aids e queimados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.