20 de dez de 2015

MORRE EM RIO BRANCO, FILADELFO FÉLIX, UM DOS ÚLTIMOS COMBATENTES DA 2ª GUERRA MUNDIA


De acordo com o neto Daniel Herculano, seu avô deixa um legado de honra e glória para o povo do Acre

Félix (2º da esquerda para a direita) lutou na
2ª Guerra Mundial/Foto: Arquivo pessoal


ANDERSON BODANESE - Faleceu ontem (19), em Rio Branco, Filadelfo Félix, 93 anos, um dos últimos pracinhas da Força Expedicionária Brasileira (FEB) vivo no Acre.


Félix era aposentado como 2° tenente do Exército Brasileiro, onde participou como combatente da 2º Guerra Mundial, na Itália. Nascido em 1 de dezembro de 1922, ele faleceu na sua residência localizada no bairro Vila Ivonete, em Rio Branco.

Natural da cidade de Goianinha, no Rio Grande do Norte, veio para o Acre no ano de 1961 para comandar o Posto Avançado da Marinha do Brasil, em Sena Madureira, onde ficou até o ano de 1985, sendo responsável por todo o estado do Acre e parte do Amazonas.

Víuvo, Félix deixa 8 filhos e dezenas de netos e bisnetos.

De acordo com o neto Daniel Herculano, seu avô deixa um legado de honra e glória para o povo do Acre.

“Foi um homem honrado e exemplo para a nossa família. Deixará muitas saudades”, disse Herculano.

Félix com esposa e filhos e com o neto Daniel Herculano/Foto: Arquivo pessoal

O sepultamento foi em Rio Branco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.