26 de dez de 2015

SHOPPINGS DO PAÍS TÊM PIOR NATAL EM DEZ ANOS, MOSTRA PESQUISA


Levantamento da Alshop indica que as vendas caíram 1% no período. No ano, retração foi de 2,8%, também o pior resultado em uma década

Movimentação de consumidores em shopping de São Paulo(Gabriela Di Bella/Folhapress)

Carolina Farina - As vendas nos shoppings centers caíram 1% neste Natal em relação ao mesmo período do ano passado, segundo um levantamento da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) em parceria com o instituto Ibope. Trata-se do pior Natal em vendas nos últimos dez anos. A pesquisa foi realizada entre os dias 23 e 24 de dezembro com 150 empresas de varejo associadas à entidade. Ao todo, essas redes somam 7.500 lojas em todo o Brasil.

O diretor institucional da Alshop, Luis Augusto Ildefonso da Silva, credita o quadro ao cenário econômico, sobretudo ao aumento dos índices de desemprego e também à alta dos juros. Segundo ele, o impulso de compra das famílias foi freado diante do endividamento mais alto e da perspectiva de um 2016 difícil. "Essa queda já estava prevista. Neste ano não houve 'milagre natalino' para o varejo", afirma.

As tradicionais promoções pós-Natal são a aposta do setor para melhorar as vendas neste final de ano. Mas nem mesmo a expectativa de ofertas melhores do que as do ano passado deve alterar drasticamente o quadro. O crescimento das vendas entre 2013 e 2014 foi de aproximadamente 3%.

Esse não foi apenas o pior Natal em dez anos para o setor - foi também o pior ano em vendas. Do Dias das Mães ao Dia das Crianças, todas as datas importantes para o varejo registraram queda nas vendas. Como resultado, de janeiro a dezembro houve queda de 2,8% nas vendas em shoppings no país na comparação a 2014, já descontada a inflação do período. Nos mesmos meses do ano passado, o crescimento foi de 7,2%.

O quadro impactou diretamente as contratações temporárias por lojas no Natal: foram criadas 96.000 vagas, ante 138.000 no ano passado, uma redução de 30%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.