12 de jan de 2016

ENEM 2015: MAIS DE 53 MIL CANDIDATOS TIRARAM ZERO NA REDAÇÃO



De acordo com o MEC, 104 alunos tiraram 1.000, a nota máxima da redação. Os dados sobre o Enem foram divulgados nesta segunda-feira (11) pelo Ministro da Educação, Aloísio Mercadante


Na última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), 53.032 candidatos tiraram nota zero na redação enquanto apenas 104 estudantes tiraram 1.000, a nota máxima do exame. Os dados foram divulgados nessa segunda-feira (11) pelo Ministro da Educação, Aloizio Mercadante. O número de zeros na prova da última edição é inferior ao de 2014, quando 529.374 alunos zeraram.


De acordo com a pasta, a grande diferença entre as edições de 2014 e 2015 é que foram separados os candidatos que deixaram a redação em branco daqueles que fizeram o teste e tiraram zero. Em 2014, de acordo com os dados do MEC, foram entregues 280.903 provas em branco e outros 248.471 textos foram anulados. O número de provas em branco do Enem 2015 ainda não foi divulgado.

A nota zero é atribuída à redação quando o candidato deixa a prova em branco ou escreve menos de sete linhas, faz um texto com desenhos ou informações desconexas, desrespeita princípios básicos dos Direitos Humanos ou não faz um texto do tipo dissertativo-argumentativo.

No ano passado, 250 candidatos haviam conseguido a nota 1.000 na redação. Em 2015, de acordo com o MEC, a maior parte dos estudantes, mais de 1,9 milhão, tirou notas entre 501 e 600 pontos.

Mercadante afirmou que no texto da redação, cujo tema foi "a persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira", 55 candidatos descreveram cenas de assédio "contundentes". Após consulta ao Ministério Público, e considerando o sigilo do exame, o MEC decidiu não contatar os estudantes, que devem tomar a iniciativa e denunciarem as agressões aos órgãos competentes.

O ministro ressaltou que o tema também teve como objetivo o reforço do combate ao assédio e à violência sexual.

Matemática - Na prova de matemática, 13 estudantes alcançaram a maior nota da história do Enem, com pontuação 1.008,3 - uma nota possível porque o Enem utiliza a metodologia chamada TRI (Teoria de Resposta ao Item), que leva em conta o número de acertos e o grau de dificuldade de cada item.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.