24 de fev de 2016

HOSPITAIS DO TEXAS DIZEM TER DESENVOLVIDO EXAME RÁPIDO PARA ZIKA VÍRUS


Jon Herskovitz/AUSTIN, EUA - Dois grandes centros de saúde do Estado norte-americano do Texas desenvolveram o que classificam como o primeiro exame hospitalar rápido para identificar o Zika vírus, que pode produzir resultados em questão de horas, informaram os hospitais nesta terça-feira.

Pesquisadores do Texas Children’s Hospital e do Houston Methodist Hospital desenvolveram um teste que detecta o material genético do Zika vírus, o que pode acelerar o diagnóstico e o tratamento, disseram eles em um comunicado.

"Como os casos de Zika vírus associados a viagens estão se tornando mais predominantes nos Estados Unidos, aliado ao aumento iminente de exposição aos mosquitos nos meses de primavera e verão, devemos estar preparados para uma onda de demanda de exames de Zika", disse James Versalovic, patologista-chefe do Texas Children's e líder da equipe de desenvolvimento do exame.

O teste foi concebido para diminuir o tempo de exame, que pode levar dias ou até semanas. Normalmente o processo seria realizado por agências de saúde estaduais devidamente equipadas ou por autoridades federais, como o Centro para Controle e Prevenção de Doenças dos EUA (CDC, na sigla em inglês).

    Por hora o exame só está disponível nestes dois hospitais, mas os pesquisadores pretendem levá-los a mais centros de saúde.

    O Brasil é o país mais atingido pelo surto de Zika, que já se disseminou em mais de 30 nações e territórios, a maioria nas Américas.

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto de Zika uma emergência de saúde pública mundial no dia 1o de fevereiro, citando uma "forte suspeita" de relação entre a infecção de Zika na gravidez e a microcefalia – uma má-formação cerebral.

Mas ainda se sabe pouco sobre o Zika, inclusive se o vírus de fato causa microcefalia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.