24 de mar de 2016

OVOS DE PÁSCOA ENCALHAM NAS PRATELEIRAS DOS SUPERMERCADOS DE RIO BRANCO




Menos de 72 horas para se comemorar a Páscoa, os tradicionais ovos permanecem encalhados nas prateleiras dos supermercados. Nem mesmo as marcas renomadas de chocolates do mercado brasileiro, que utilizaram variadas técnicas de enfeites para atrair o consumidor neste ano, não estão conseguindo deslanchar nas vendas, no Acre.


Devido ao cenário obscuro da Páscoa no ano passado, a queda nas vendas dos produtos já era esperada, tanto que alguns empresários do ramo de supermercados diminuíram a quantidade de ovos nas prateleiras para as vendas deste ano que estão, em média, 17% mais caros do que 2015.

De acordo com o empresário Aden Araújo, por exemplo, a alta nos preços foi decorrente do aumento dos valores das matérias primas e também do dólar, já que são necessárias importações de alguns produtos. A redução nas vendas dos ovos, segundo ele, está em 30%, mas a previsão era que a procura fosse um pouco maior.

“Nossa previsão era tímida para as compras, por conta das vendas baixas dos ovos no ano passado, mas a falta de procura agora por parte do consumidor, superou”, disse o empresário.

A servidora pública Lúcia de Almeida foi uma das clientes que olhou os preços dos chocolates e não sentiu nada adoçado nos valores, pelo contrário, preços azedos e o resultado foi a cestinha vazia.

“Impossível comprar os ovos nesses valores. A crise financeira atingiu a todos e a expectativa de nós, meros trabalhadores, não é a das melhores. Estamos empregados hoje e, amanhã, podemos não mais estar. O segredo e a ordem de vida agora é economizar cada centavo. Os filhos entenderão”, comentou.

A previsão de especialistas já era negativa para as vendas de ovos de Páscoa neste ano em decorrência nos preços e a queda do poder aquisitivo da população. Porém, a única espera restante é de que os consumidores comprem os produtos de última hora.

Mas há quem pretende não deixar faltar doce em casa no domingo (27): é o contador Alonso Silva que desde o início do mês, quando vai aos supermercados fazer alguma compra, compara os preços dos ovos.

“Até agora a melhor opção encontrada foram os ovos caseiros. Bom, doce e barato. Mas comprarei um tradicional com alguns brinquedos de carrinhos para ser dividido entre meus três filhos. Desde quando entrou o ano eles pedem. Para agradar comprei somente um para os três brincarem. É preciso economizar”, disse.

Os valores dos ovos de Páscoa variam de R$ 20 a R$ 65 dependendo do tamanho e da marca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.