27 de abr de 2016

DEPUTADA SINHASIQUE SUGERE DELAÇÃO PREMIADA PARA OS PRESOS DA 2ª FASE DA OPERAÇÃO LARES


A segunda fase da Operação Lares, desencadeada pela Polícia Civil, prendeu, na manhã de hoje, dois diretores e duas assistentes sociais da Sehab

Deputada Eliane Sinhasique (PMDB)
A deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB), usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta terça-feira (26), para sugerir que os presos na nova fase da Operação Lares sejam beneficiados com a delação premiada.

“É preciso dar o benefício da delação premiada para que todos os envolvidos no esquema fraudulento de distribuição de casas populares possam ser desmascarados e presos. Tem muita coisa por trás desses funcionários”, declarou.

Segundo a parlamentar, são muitas as denúncias de pessoas que foram sorteadas, receberam inclusive o documento que comprova o sorteio, mas que não foram contempladas com a casa popular.

“Todo santo dia 2, 3, 4 pessoas chegam, em nosso gabinete, com o papelzinho na mão dizendo “parabéns, você foi sorteado!”, datado de 2011, 2012, e até hoje aguardam a visita da assistente social”.

Ela denuncia ainda que ao visitar bairros populares é possível notar que as pessoas contempladas com as residências não tem necessidade de residirem nesses conjuntos.

“Você dá uma volta na Cidade do Povo, no Carandá, no Rosalinda, no Jequitibá, e o que você vê lá: um monte de casa fechada, abandonada. Outras tantas casas com Camaros e camionetes parados na porta. Me digam se quem tem um carro desses necessita de uma casa popular”.

Entenda

A segunda fase da Operação Lares, desencadeada pela Polícia Civil, prendeu, na manhã de hoje, dois diretores e duas assistentes sociais da Secretaria de Habitação do Estado do Acre (Sehab) por suposta participação em esquemas fraudulentos na distribuição de casas populares. (Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.