15 de abr de 2016

MULHER COM SUSPEITA DE H1N1 ESTÁ ISOLADA EM HOSPITAL NO INTERIOR DO AC


Paciente tem 37 anos; este é o primeiro caso de suspeita em Cruzeiro do Sul.
Material foi enviado para análise em laboratório de Rio Branco.

Hospital passou a suspeita para Secretara
de Saúde (Foto: Vanísia Nery/G1)
Anny Barbosa - A Secretaria de Saúde do município de Cruzeiro do Sul, interior do Acre, confirmou, nesta quarta-feira (14), que investiga o primeiro caso suspeito de H1N1 na cidade. A paciente é uma mulher de 37 anos, que permanece internada em uma ala isolada no Hospital do Juruá.

O H1N1 é um subtipo do vírus A, que causa doença respiratória aguda e altamente contagiosa que, em casos mais graves, pode levar a morte.

Em 2009, a Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou a emitir um alerta de pandemia pela gravidade da situação. Só no Brasil, foram 50 mil casos e mais de duas mil pessoas morreram.

De acordo com o secretário de Saúde, Edir Clemente, o próprio hospital alertou a secretaria sobre o possível caso da doença. “Nós recebemos a notificação do Hospital do Juruá ontem [13], com o caso suspeito de H1N1. Essa paciente está no isolamento do hospital sendo medicada”, explica.

Clemente conta que a paciente há oito dias teria terminado o tratamento de pneumonia e teria tido uma recaída por se tratar de uma síndrome respiratória aguda grave. “O exame já foi encaminhado para Rio Branco e vamos aguardar o resultado e manter ela em observação e isolamento”, afirma.

Vacinação
O secretário ainda ressaltou que a vacina para a doença H1N1 chega ao município nesta quinta-feira (14) e as campanhas de vacinação iniciaram nos dias seguintes. “O nosso dia D será 30 de Abril e estenderemos a vacinação até o dia 20 de maio. Então, a população tem um tempo longo para se dirigir aos postos e receber a vacina”, disse.

Quem pode tomar?
Segundo o secretário, as crianças de seis meses a cinco anos, idosos, profissionais de saúde, indígenas, profissionais de saúde, e portadores de doenças crônicas podem se dirigir às unidades básicas de saúde do município.
*****************************************************************************************
SAIBA MAIS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.