13 de abr de 2016

RAIMUNDINHO DA SAÚDE DIZ QUE FARINHA PODE ESTAR CAUSANDO CÂNCER NO ACRE; TUCANO REBATE DECLARAÇÃO


O deputado Gonzaga chegou a afirmar que acredita existir um complô com a finalidade de prejudicar a cadeia de produção de farinha em Cruzeiro do Sul

 Deputados Raimundinho da Saúde (PTN) e Gonzaga (PSDB)

O deputado Raimundinho da Saúde (PTN) causou polêmica durante a sessão desta terça-feira (12) na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), ao afirmar que há um elevado índice de diagnóstico de câncer de estômago entre os acreanos acometidos pela doença, e que tal situação pode ser causada pela ingestão da farinha de mandioca.

A declaração de Raimundinho foi rebatida pelo líder do PSDB na Casa, deputado Luiz Gonzaga, que classificou o discurso como “irresponsável e sem embasamento cientifico”. O tucano ressaltou que declarações como a do colega podem causar prejuízos à economia do Vale do Juruá, que tem na produção deste tipo de farinha uma de suas principais bases econômicas.

O líder do PCdoB, o médico Jenilson Leite, também não dividiu da opinião de Raimundinho da Saúde, e disse acreditar que os índices de câncer de estomago não sejam tão altos quanto os divulgados por Raimundinho.

O deputado tucano disse acreditar em um complô com a finalidade de prejudicar a cadeia de produção de farinha de Cruzeiro do Sul, famosa em todo o País por sua qualidade e sabor. “Primeiro falaram que o açafrão fazia mal, sem ao menos levar em consideração que se trata de um produto milenar. Só posso crer que isso é um complô “, afirmou Gonzaga.

O deputado afirmou, ainda, que declarações precipitadas a respeito do consumo de farinha sem bases científicas coloca em risco o único meio de sobrevivência de centenas de pessoas no Vale do Juruá e em todo o Estado.

O deputado Raimundinho da Saúde retrucou Gonzaga afirmando que o tucano tem sérios problemas com interpretação de textos, e que distorceu a declaração dele. “Eu disse que era um assunto para ser estudado. O deputado distorce tudo”, diz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.