30 de mai de 2016

BRASILEIRA QUE ESTUDAVA MEDICINA NA BOLÍVIA É ENCONTRADA MORTA EM COCHABAMBA


Não está descartada a hipótese de suicídio

Yasmin Lima foi encontrada morta dentro do seu apartamento
Foto: Arquivo pessoal
Uma estudante natural da cidade de São Luís (MA), que cursava medicina na Bolívia, foi encontrada morta neste domingo (29), no apartamento em que morava.

Yasmin Lima estava no 1º período do curso, na Universidade Privada Abierta Latinoamericana (Upal), e residia em Cochabamba.

Segundo o relato de um colega de curso à imprensa do Maranhão, Yasmin foi encontrada pela Divisão de Homicídios de Cochabamba com sinais de envenenamento. Não está descartada a hipótese de suicídio.

Uma irmã da estudante viajou até a cidade boliviana para acertar os detalhes cremação do corpo ainda em solo estrangeiro.

De acordo com informações do site O Alto Acre, o laudo da perícia médica poderá demorar cerca de uma semana, até ser liberado e realizado a cremação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.