9 de jun de 2016

FELIX CAVALCANTE AUTORIZADO A ENCENAR A PEÇA ALMA ACREANA


Há um tempo comentei com o acadêmico de Artes da UFAC (Faculdade Federal do Acre), Felix Cavalcante que a Família Wanderley possuía a Peça Alma Acreana primeira peça teatral apresentada na cidade antes mesmo de ter sido construído o teatro Municipal em 1933 o primeiro teatro do Acre. 

Peça preservada pelo patriarca da família Wanderley e Silva - Otto Benício, o Mestre Benício
A peça foi encenada em palco improvisado, no Grupo Escolar João Ribeiro em 10/12/1930, quando o mesmo ainda se encontrava na Rua Constância de Menezes. Hoje a Escola João Ribeiro encontra-se na Av. Antônio Frota, ao lado da Praça Valério Caldas.

Entreguei ao Félix uma cópia dessa peça, e de posse dela, ele iniciou um trabalho de pesquisa e resgate do grande romancista José Potyguara autor dessa inestimável peça dentre outros reconhecidos trabalhos.

Em um desses resgates, Félix com a Coordenação geral de Gisela de Andrade Brugnara e os integrantes: Ângela Mesquita, Antônia Gleiciane, Cristina Rocha, Cristiane Paula, Eulália dos Santos, Félix Cavalcante, Gilvânia Alves, Raylany Souza  da UFAC lançou em novembro de 2013 no V FATE (FESTIVAL DE TEATRO EM TARAUACÁ) a instalação cenográfica da peça Alma Acreana. (Aqui).

Agora com autorização da família Potyguara, Félix Cavalcante tem a oportunidade de mostrar ainda mais o belíssimo trabalho desse acreano por escolha chamado José Potyguara da Frota e Silva.


A extinta Sociedade Sportiva e Dramática Tarauacense esteja onde estiver e a população tarauacaense agradece.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.