26 de out de 2016

CONFIANÇA DO CONSUMIDOR DO BRASIL TEM EM OUTUBRO MAIOR NÍVEL EM QUASE 2 ANOS, DIZ FGV



Camila Moreira - A confiança do consumidor do Brasil melhorou em outubro com as expectativas mais altas, chegando ao patamar mais elevado em quase dois anos, segundo dados da Fundação Getúlio Vargas divulgados nesta quarta-feira.


O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) avançou 1,8 ponto e atingiu 82,4 pontos em outubro, nível mais alto desde dezembro de 2014 (86,6 pontos).

O resultado tem como base o avanço de 2,5 pontos do Índice de Expectativas (IE), para 92,6 pontos, maior patamar desde outubro de 2014 (94,6).

O Índice da Situação Atual (ISA) também apresentou melhora, de 0,8 ponto, a 69,0 pontos.

"Apesar da tendência ainda declinante do mercado de trabalho, as perspectivas de desaceleração da inflação e de queda das taxas de juros parecem contribuir para previsões menos pessimistas em relação à evolução das finanças familiares e para as perspectivas de compras de duráveis no curto prazo", disse a coordenadora da sondagem do consumidor na FGV, Viviane Seda Bittencourt, em nota.

O governo avalia que a confiança no país já está melhorando, em um movimento considerado crucial para a recuperação econômica brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.