16 de out de 2016

TEMER DIZ EM CÚPULA DOS BRICS ESTAR OTIMISTA COM ECONOMIA DO PAÍS


Em evento na Índia, presidente deu destaque a medidas de ajuste fiscal e encorajou empresas dos Brics a investir no Brasil



O presidente da República, Michel Temer e o e presidente da Rússia, Vladimir Putin, durante encontro de cúpula do Brics (SPUTNIK / Mikhail Metzel/AFP)

O presidente Michel Temer expressou neste domingo aos líderes dos países dos Brics, grupo que o Brasil integra ao lado de Rússia, Índia, China e África do Sul, seu “otimismo” pela recuperação da economia brasileira.

“Minhas palavras são de otimismo para a recuperação da economia brasileira. Nosso governo está empenhado em promover reformas que devolvam o crescimento e o emprego”, afirmou Temer durante os encontros prévios à declaração final dos Brics.

O presidente brasileiro destacou que seu governo está “empenhado em melhorar o ambiente de negócios” no Brasil com desburocratização de processos, redução dos custos de operação e segurança jurídica. Para isso, Temer destacou a aprovação de 34 projetos iniciais em áreas de negócios, portos, rodovias, energia, petróleo e gás.

“Com as primeiras medidas adotadas, posso assegurar que já podemos constatar sinais da volta de confiança”, disse Temer ao lado do primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, e dos presidentes russo, Vladimir Putin; chinês, Xi Jinping, e sul-africano, Jacob Zuma.

Temer encorajou as empresas dos Brics a realizarem investimentos no Brasil, onde encontrarão, segundo ele, “um país com estabilidade política, segurança jurídica e com grande liberdade consumidora”, e também convidou as companhias brasileiras a investirem nos países do bloco. O grupo dos Brics “será o catalisador de nossos negócios”, ressaltou Temer.

“Serão especialmente bem-vindas aquelas empresas capazes de melhorar estruturalmente nossas economias, setores que fortalecerão nossa competitividade e a presença global dos Brics”, concluiu o presidente brasileiro.
Cúpula dos Brics

A 8ª Cúpula dos Brics – que conta em seu conjunto com cerca de 43% da população mundial, 30% do Produto Interno Bruto (PIB) do planeta e 17% do comércio global – acontece em Goa, na Índia, e tem no centro da agenda a recuperação da economia de seus países-membros.

(Com Agência EFE)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.