8 de nov de 2016

ADVOGADO SANDERSON MOURA LANÇA SEU TERCEIRO LIVRO: "ORATÓRIA COM FILOSOFIA: NO JÚRI, NA ADVOCACIA, NA VIDA".


O livro de 245 páginas é composto por 380 textos curtos, nas quais o autor cita mais de 150 livros e diversos mestres da arte de falar bem, filósofos e líderes desde a antiguidade clássica até os dias atuais


WILLAMIS FRANÇA - ‘Oratória com Filosofia: no Júri, na Advocacia, na Vida’. O título do terceiro livro lançado pelo advogado Sanderson Moura remete a uma frase do filósofo grego Platão: “A única oratória digna dos deuses é a oratória com Filosofia”.


“Para Sócrates e Platão, a oratória com Filosofia é a arte de falar bem com sabedoria, com luz, com razão, com conhecimento, com conteúdo útil ao progresso humano. Podemos aplicar essa forma de se expressar no júri, na advocacia, no trabalho, na política, na vida, em todos os lugares onde precisamos da arte do bem falar”, explica Sanderson.

O livro de 245 páginas é composto por 380 textos curtos, nas quais o autor cita mais de 150 livros e diversos mestres da arte de falar bem, filósofos e líderes desde a antiguidade clássica até os dias atuais.

O autor é formado em História e em Direito pela Universidade Federal do Acre (Ufac), é advogado criminalista e já escreveu outros dois livros: ‘Do Homem de Bem que Sabe Falar’ e ‘Habeas Spiritus’. Entre os casos famosos do criminalista, de repercussão nacional, está a defesa de Hidelbrando Pascoal, no caso que ficou conhecido nacionalmente como “O crime da motosserra”

Ele é presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (ABRACRIM) no Acre, além disso é o idealizador da ‘Escola de Atenas’, organização que visa ensinar oratória com filosofia, tendo como referencial de suas ideias a cultura clássica grego-romana.

Sanderson Moura, que se declara um helenista – aquele que promove as ideias da Grécia Antiga – defende a necessidade de um novo Renascimento, de um novo iluminismo, do ressurgimento dos valores clássicos para tirar a humanidade da ignorância, da intolerância religiosa, das trevas políticas, intelectuais e éticas.

O profissional tem falado da necessidade da advocacia criminal brasileira aperfeiçoar a oratória para melhor exercer seu mister, assumindo o protagonismo na arte de falar bem, pois esse era o conceito antigo dado aos advogado por Cícero e Catão, tribunos da Roma Antiga: “O advogado é o homem de bem perito na arte de falar”.

No meio da juventude acadêmica dos cursos de Direito, Sanderson Moura tem sido um grande inspirador, incentivando os jovens a aperfeiçoar sua oratória e a exercer a advocacia com ética, brilho e competência diante de juízes e jurados. Como ele mesmo sempre lembra, citando uma frase do sofista Isócrates: “Ensinando o jovem a falar bem estamos ensinando-o a viver bem”.

O livro será lançado no dia 2 de dezembro, Dia do Advogado Criminalista, às 20 horas, no auditório da Faculdade Diocesana de Filosofia e Teologia (FADISI), que fica na avenida Getúlio Vargas, ao lado da Saudosa Maloca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.