18 de dez de 2016

BRASILEIROS NA VENEZUELA NÃO CONSEGUEM RETORNAR AO PAÍS POR TERRA


Itamaraty informou que prestará assistência enquanto a fronteira terrestre permanecer fechada

Multidão tenta cruzar cerca em Urena, Venezuela, região que faz fronteira com a Colômbia - CARLOS EDUARDO RAMIREZ / REUTERS


DANILO FARIELLO  -  Dezenas de brasileiros não conseguem retornar ao país porque o governo venezuelano fechou a fronteira em Santa Elena do Uairén, cidade ao lado de Pacaraima (RR). Em anúncio em rede oficial no sábado, o presidente Nicolás Maduro informou que as fronteiras do país permanecerão fechadas até o dia 2 de janeiro.


Desde o início da semana, as fronteiras da Venezuela com Colômbia e Brasil estão sendo controladas sob a alegação de evitar fuga de recursos no país, às vésperas da implementação de um pacote econômico.

O Ministério das Relações Exteriores brasileiro informou neste domingo que vem fazendo gestões políticas por meio da Embaixada em Caracas para buscar uma solução para os brasileiros que queiram retornar ao Brasil.

Além disso, o Itamaraty informou que o vice-consulado localizado em Santa Elena vem prestando assistência consular aos brasileiros. Aqueles que se encontrarem em situação de emergência podem procurar o consulado, enquanto a fronteira terrestre permanecer fechada.

Como a situação econômica com a Venezuela vinha se agravando nas últimas semanas, o número de brasileiros que se encontram do outro lado da fronteira hoje é muito menor do que se percebia antes da crise. Santa Elena e Pacaraima ficam bastante próximas, conectadas por uma estrada, que foi fechada pela Venezuela.

Embora Maduro tenha prometido manter a situação até o dia 2 e o cenário seja preocupante, a expectativa no governo brasileiro é de que a situação seja resolvida brevemente, antes das festas de fim de ano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.