29 de dez de 2016

UMA DAS MAIS BELAS ESPÉCIES DE ARARAS, A CANINDÉ, VOLTA AOS CÉUS DE MANAUS


Araras-canindé voltaram a aparecer em Manaus (Foto: Anselmo D’Affonseca/Divulgação)


Silane Souza - Sem aparecer há pelo menos dez anos em Manaus, as araras-canindé (de cores azul, amarelo e preto) voltaram a ser vistas este ano na cidade. Há relatos de revoada dessa espécie em diversas áreas verdes da capital, dentre as quais a do Museu da Amazônia (Musa), no bairro Cidade de Deus, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e do conjunto Acariquara, no Coroado, além do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), no Adrianópolis. 


O veterinário Anselmo D’Affonseca contou que viu um casal de araras-canindé com um filhote na mata do Inpa e há três semanas viu um bando com aproximadamente 42 araras-canindé passar pelos céus do Musa. De acordo com ele, que fotografou essa espécie de arara numa reserva do Inpa, na BR-174, e em Balbina, em Presidente Figueiredo, nunca tinha visto essas araras em Manaus. “Foi uma surpresa porque pela primeira vez vi araras-canindé voando na cidade”, afirmou.

Conforme o jardineiro Naldo Silva, 30, houve muita revoada de araras-canindé na floresta do conjunto Acariquara. Ele relata que elas apareciam de manhã cedo e no final da tarde. Agora, elas continuam indo ao local, mas em menor quantidade. “Antes vinham mais e tanto araras vermelhas quanto azuis. Elas faziam muito barulho quando estavam comendo frutos dos açaizeiros e das azeitoneiras. Atualmente elas continuam aparecendo, mas em bando pequeno”, disse. 

A bióloga Aline Ramos dos Santos viu araras-canindé na Área de Proteção Ambiental (APA) da Ufam. Ela disse que ficou surpresa com a quantidade de araras por perto, nessa época, tanto no conjunto Acariquara quanto na Ufam. “Elas estão muito presentes agora. Acho que nunca vi tanta arara, com tanta frequência, como nos últimos dias! Além do ‘ressurgimento’ das canindés, de uma forma geral, está tendo mais araras na área. Qual será o motivo?”, questiona a bióloga.

Araras-canindé voltaram a aparecer em Manaus (Foto: Anselmo D’Affonseca/Divulgação)

De acordo com o pesquisador do Inpa Mário Cohn-Haft, as araras-canindé começaram a aparecer, em grande quantidade, em Manaus, em outubro deste ano. Ele disse que não da para saber o que trouxe essa espécie de arara, que não aparecia na cidade há pelo menos dez anos ou mais. “Esse é um evento misterioso. Não está claro se o que estimula é a abundância de alimento onde aparecem ou a escassez em seu lugar de origem ou as duas coisas juntas”, observou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.