31 de mar de 2016

CRISE PROVOCA O FECHAMENTO DE 4,4 MIL FÁBRICAS EM SÃO PAULO EM UM ANO


Entre novembro e janeiro, a indústria brasileira fechou 1,131 milhão de vagas, número recorde para um trimestre

indústria-industrial-fábrica (Foto: Fernando Martinho / Editora Globo)Muitos trabalhadores demitidos não receberam salários e rescisões (Foto: Fernando Martinho / Editora Globo)

A crise que paralisa a economia brasileira deixa um rastro de empresas desativadas. Só no Estado de São Paulo, 4.451 indústrias de transformação fecharam as portas no ano passado, número 24% superior ao de 2014, quando 3.584 fabricantes deixaram de operar, segundo a Junta Comercial.

O quadro se estende por todo o país, formando um cemitério de fábricas de variados setores, muitas delas fechadas definitivamente, algumas em busca de alternativas para voltar a operar e outras à espera de compradores. Muitos trabalhadores demitidos não receberam salários e rescisões.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre novembro e janeiro, a indústria brasileira fechou 1,131 milhão de vagas, número recorde para um trimestre."As fábricas fechadas e os empregos perdidos viraram pó; não há como reverter esse quadro nos próximos anos", diz Fabio Silveira, diretor de pesquisas econômicas da consultoria GO Associados.

Algumas das fabricantes foram líderes em seus segmentos, mas não resistiram à queda da demanda e aos altos custos de impostos, energia, juros elevados e à falta de investimentos que secaram, em parte, em razão da queda da confiança no País, somado a erros administrativos e estratégicos.A desativação de indústrias segue em níveis alarmantes neste ano.

Um exemplo é o da cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo, onde, só na semana passada, ocorreram anúncios de encerramento de atividades produtivas das metalúrgicas Eaton, Maxion e Randon."O mercado de implementos rodoviários teve retração de 50% e não há perspectivas de mudança de cenário no curto prazo", informa Daniel Ely, diretor de Recursos Humanos da Randon, que atualmente emprega 130 pessoas, mas já teve mais de mil, segundo o sindicato local. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Do Estadão 

NOTA SOBRE CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO ELEITORAL - UTILIDADE PÚBLICA

Foto meramente ilustrativa
Me informei ontem no TRE sobre o prazo para o alistamento eleitoral (tirar o título de eleitor), com o Técnico Judiciário Antônio Teixeira Júnior e o mesmo me informou que o prazo para tirar o título e a 2ª Via vai até o dia 04/05. Este prazo sim o eleitor deve ficar atento para não sofrer sansões da Justiça Eleitoral.


Sobre o cadastramento biométrico esse órgão informa que quem não o fez votará normalmente porque o prazo para esse cadastramento vai até 2018.

JESUS SÉRGIO RECEBE REPRESENTANTES DO SINDICATO DOS MOTORISTAS DO ACRE



Assessoria - O presidente da Comissão de Obras Públicas, Transportes e Comunicação da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Jesus Sérgio (PDT), acompanhado de demais parlamentares receberam na manhã desta terça-feira, 29, o presidente do Sindicato dos Motoristas do Estado, Júlio Farias, e demais sindicalistas para tratar acerca da exigência de exames toxicológicos obrigatório para renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).


Na oportunidade foi formada uma comissão de representantes da categoria, os quais reivindicaram a anulação da resolução do CONATRAN, que obrigam os motoristas e profissionais a realizarem o exame toxicológico. 

A categoria alega que o custo financeiro para fazer o exame é alto, sendo que apenas quatro laboratório fora do Estado realiza o mesmo. O sindicato pede a suspensão desta lei, que obriga os motoristas a fazerem o exame.

Jesus Sérgio intermediará uma reunião entre os representante da categoria composta pela comissão com o Governador Tião Viana, que deverá contar com a presença do Juiz Federal Jair Facundes e o diretor do Detran/Acre Pedro Longo.

CÂMARA EMPOSSA SERVIDORES QUE PASSARAM NO CONCURSO PÚBLICO



Blog da CMT - Aconteceu ontem pela manhã a Solenidade de Posse dos 12 aprovados no primeiro, portanto, histórico concurso realizado em 53 anos de existência desse Parlamento Mirim.

Conduzida pelo Presidente Ezi Aragão, a Mesa Diretora deu início a solenidade que contou com a presença das Vereadoras, Vereadores e o Sr. Francisco das Chagas da Silva e Souza (Moço), que representou a Secretaria Estadual de Educação.

Os novos Servidores relacionados por cargo são:

Auxiliar Administrativo

Adriel de Sá Oliveira
Sara Santos de Andrade
André de Matos Silva
Maria Rita de Lima Torres
Marcos Antônio Cavalcante Vitorino
Francisco Lázaro de Figueiredo Neri

Copeira
Maria Tailândia Neri da Costa

Servente
Francélia de Oliveira Silva
Vânia de Oliveira Silva

Vigia
Antônio Fagner Lima de Araújo
Rosevânio de Souza Silva
Messias Olegário Lima Neto

Destes, apenas o Sr. Marcos Antônio Cavalcante Vitorino não compareceu ao evento, tendo então até 30 dias para se apresentar.

Os Vereadores foram unânimes em afirmar que é tanto um momento de alegria pelos que passaram no concurso por mérito, mas que existe também uma ponta de tristeza pelos servidores provisórios que saem, pela respeitosa convivência no tempo que aqui estiveram.

Alguns foram mais além em concluir que agora esses novos servidores têm estabilidade e que os Vereadores só continuam na Câmara conforme a vontade do povo, mas eles passando pelo estágio probatório tem estabilidade garantida por lei.



“É uma dupla felicidade por poder cumprir a Lei já que somos cobrados a trabalhar sempre dentro da legalidade, onde nos cobravam esse concurso há muito tempo, e também proporcionar as pessoas que estudam um reconhecimento justo pelos seus esforços preservando assim o mérito do estudo e do empenho. Mas ao mesmo tempo é com tristeza que vemos partir os que há anos estão aqui dia a dia contribuindo para que tudo possa ocorrer na mais harmônica convivência, já que são trabalhadores que tiveram sempre uma conduta exemplar”. Disse o Presidente Ezi Aragão.


Já, a agora empossada Maria Rita que representou os novos servidores, disse que como ela todos se sentem realizados pela conquista porque todo mundo sabe como é difícil devido a grande concorrência, passar em um concurso público, mas mesmo assim demonstrou sensibilidade  aos funcionários ao se solidarizar com os que deixam a Câmara amanhã. 

Reginaldo Palazzo/ Assessoria

30 de mar de 2016

PANIFICADORA E CONFEITARIA ALÉM DO PÃO COM NOVIDADES DELICIOSAS



Uma alternativa para quem tem o paladar mais apurado é a nova panificadora e confeitaria - Além do Pão - já em funcionamento no mesmo prédio da SDMnet.

Os proprietários Jean e Georgethe explicam que sua intenção é fazer um atendimento diferenciado visando assim à saúde de seus clientes.

Com curso feito no SENAI e, portanto aptos a fornecer iguarias de qualidade, ambos informam que procuram colocar o mínimo de química possível em seus produtos, fazendo que, por exemplo, os seus diversos tipos de pães tenham em seu processo de fabricação o uso de fermento de uma maneira mais racional, pois respeitam o tempo de fermentação.

Os doces e salgados embelezam suas estufas de uma forma que dá água na boca assim que passamos os olhos por ela.

Eu já conferi e aprovei, confira você também!

 
Pão integral, uma alternativa super saudável

SERVIDORES QUE PASSARAM NO CONCURSO TOMAM POSSE HOJE NA CÂMARA MUNICIPAL DE TARAUACÁ




Tomam posse agora pela manhã na Câmara Municipal os concursados que passaram no histórico Concurso Público realizado por iniciativa do Presidente Ezi Aragão em 20 de dezembro de 2015.

Primeiro concurso realizado por aquela instituição beneficia de imediato 12 cidadãos que agora terão estabilidade no emprego em um momento de crise, contrastando assim com o restante do país.

MINISTÉRIO PÚBLICO DENUNCIA QUATRO PESSOAS POR FRAUDE NO SEGURO DPVAT




O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor, ofereceu denúncia contra quatro pessoas envolvidas em fraudes no Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT).

O esquema funcionava em todo o Estado, sendo que os denunciados aliciavam pessoas e falsificavam documentos para então ajuizarem as ações em Rio Branco para obtenção de indenizações indevidas.

A quadrilha atua desde o ano de 2007, e chegou a instalar escritórios no interior do Estado com a justificativa de resolver questões relacionadas ao DPVAT. No local, eram recebidas pessoas que pagavam aproximadamente 60 reais para serem atendidas.

Elas passavam por uma triagem e, quando confirmada alguma seqüela ou cicatriz decorrente não somente de acidente de trânsito, como também de acidente pessoal ou de trabalho, por exemplo, forneciam seus dados pessoais. Essas informações eram juntadas a boletins de ocorrências da polícia, boletins médicos e laudos de exames de corpo de delito falsos para instruir os pedidos de indenização.

As investigações começaram depois que a Seguradora Líder, consórcio de empresas que gerencia o Seguro DPVAT no Brasil, representou ao MPAC, após uma auditoria própria encontrar indícios de fraude.

A denúncia foi feita pelos promotores de Justiça Marcela Cristina Ozório, Fernando Cembranel, Bernardo Albano, que são membros do Gaeco, e também pelo promotor Marco Aurélio Ribeiro, que responde pela Promotoria do Consumidor.

O Ministério Público não revelou o nome dos denunciados.

 Investigações continuam
Foram investigados mais de 40 casos, alguns deles envolvendo pessoas que estavam ou que tinham sofrido algum acidente de trabalho na zona rural de Cruzeiro do Sul, quando o suposto acidente automobilístico teria acontecido.  Há também situações em que o exame de corpo de delito foi expedido em data anterior ao falso acidente.

Em muitos pedidos de indenização, o grupo não conseguiu êxito porque a Justiça considerou inconsistentes as provas apresentadas. Em outros, chegaram a receber indevidamente valores que variam de R$ 3,5 mil a mais de R$ 32 mil.

Até agora, as quatro pessoas envolvidas, entre elas uma advogada e um médico, foram denunciadas pelo crime de estelionato, podendo ser indiciadas por outros crimes, tendo em vista que as investigações vão continuar.

“A denúncia encerra apenas uma primeira fase da investigação. A recepção e o tratamento dessas informações são imprescindíveis para a perfeita identificação e comprovação de delitos e dos autores, especialmente no que concerne aos relacionados à organização criminosa e lavagem de dinheiro”, dizem os promotores.

Para o procurador-geral de Justiça do Acre, Oswaldo D’Albuquerque Lima Neto, o resultado da primeira etapa das investigações mostra uma forte atuação do MP no combate ao crime organizado. “Na maioria das vezes, é no trabalho silencioso, no serviço de inteligência, que temos os grandes resultados. E, dessa forma, vamos continuar atuando fortemente para combater o crime organizado”, destaca.

 Cidadão não precisa de advogado para solicitar o DPVAT

O Acre está entre os estados onde o Ministério Público Estadual oferece atendimento para vítimas de acidentes de trânsito que têm direito ao benefício, sem precisar de intermediários. O serviço existe desde o ano 2000.

No Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC), bem como, na Organização das Centrais de Atendimento (OCA), em Rio Branco, profissionais do MPAC orientam sobre a documentação necessária para o recebimento das indenizações. O mesmo atendimento é feito nas promotorias dos municípios do interior.

“O serviço do DPVAT é gratuito, basta apenas apresentar a documentação necessária e não precisa de intermediários. O Ministério Público oferece esse atendimento e as pessoas que tiverem dúvidas podem nos procurar na OCA, como também no prédio-sede”, explica o promotor Marco Aurélio Ribeiro.

O Seguro DPVAT, conhecido como ‘seguro obrigatório’, é pago por todos os proprietários de veículos junto com o licenciamento anual. O seguro oferece coberturas para três naturezas de danos: morte, invalidez permanente e reembolso de despesas médicas.

O Sistema Único de Saúde (SUS) recebe 45% do que é arrecadado para o custeio da assistência médico-hospitalar das vítimas em acidentes de trânsito. Outros 5% são repassados para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), para investimento em campanhas de prevenção de acidentes.

Texto: Kelly Souza – Agência de Notícias do MPAC

29 de mar de 2016

POR ACLAMAÇÃO, PMDB OFICIALIZA ROMPIMENTO COM GOVERNO DILMA


Os seis ministros peemedebistas serão orientados a entregar seus cargos.
Saída do PMDB pode desencadear desembarque de outras siglas aliadas.



Nathalia Passarinho e Fernanda Calgaro - O Diretório Nacional do PMDB decidiu nesta terça-feira (29), por aclamação, romper oficialmente com o governo da presidente Dilma Rousseff. Na reunião, a cúpula peemedebista também determinou que os seis ministros do partido e os filiados que ocupam outros postos no Executivo federal entreguem seus cargos.

O vice-presidente da República e presidente nacional do PMDB, Michel Temer, não participou da reunião que oficializou a ruptura com o governo sob o argumento de que não desejava "influenciar" a decisão. No entanto, ele teve participação ativa na mobilização pelo desembarque do partido e passou toda a segunda-feira (28) em reuniões com parlamentares e ministros do PMDB em busca de uma decisão “unânime”.

Comandada pelo primeiro vice-presidente do PMDB, senador Romero Jucá (PMDB-RR), a reunião durou menos de cinco minutos. Após consultar simbolicamente os integrantes do partido, Jucá decretou o resultado da votação.

"A partir de hoje, nessa reunião histórica para o PMDB, o PMDB se retira da base do governo da presidente Dilma Rousseff e ninguém no país está autorizado a exercer qualquer cargo federal em nome do PMDB", enfatizou.

Após a reunião, Jucá disse que, com a decisão, o PMDB deixava bem clara a sua posiçào em relação ao governo e disse que quem quiser tomar uma decisão individual terá que avaliar as consequências.
"A partir de agora, o PMDB não autoriza ninguém a exercer cargo no governo federal em nome do partido. Se, individualmente, alguém quiser tomar uma posição, vai ter que avaliar o tipo de consequência, o tipo de postura perante a própria sociedade. Para bom entendedor, meia palavra basta. Aqui, nós demos hoje a palavra inteira", afirmou.

A decisão do PMDB aumenta a crise política do governo e é vista como fator importante no processo de impeachment de Dilma. Há a expectativa de que, diante da saída do principal sócio do PT no governo federal, outros partidos da base aliada também desembarquem da gestão petista.

Atualmente, o PMDB detém a maior bancada na Câmara, com 68 deputados federais. O apoio ao governo, porém, nunca foi unânime dentro da sigla e as críticas contra Dilma se intensificaram com o acirramento da crise econômica e a deflagração do processo de afastamento da presidente da República.

RB: PONTOS DE ÔNIBUS TERÃO WI-FI E TOMADAS PARA RECARREGAR CELULAR



Foi sancionado nesta terça-feira, 29, o Programa “Adote um ponto de Ônibus” em Rio Branco, que prevê a implantação, em pontos de ônibus, sinal wireless wi-fi, tomadas para recarga de celulares e painel eletrônico com informações a respeito dos coletivos que param no local.

O objetivo, segundo a Lei Nº 2.171, é incentivar as empresas a contribuírem, de forma voluntária, na implantação dos serviços em pontos de ônibus. Os interessados em aderir ao Programa poderão doar equipamentos, bem como proceder com a realização de obras de instalação, manutenção, limpeza, melhoria e conservação, bem como o pagamento do consumo mensal de energia elétrica e internet.

Para participar do programa as pessoas jurídicas devem firmar um Termo de Cooperação com a Prefeitura, que avaliará a conveniência ou não da exploração de publicidade nos pontos de ônibus, enquanto durar o período de adoção.

A Lei prevê que deverá sempre haver prévia autorização especifica da Prefeitura para colocação de publicidade em cada ponto de ônibus; ficará proibido a propaganda de cunho político, bem como a relativa a derivados do fumo, produtos cujos componentes possam causar dependência física ou psíquica, ainda que por utilização indevida, revistas e publicações contendo material impróprio ou inadequado para crianças e adolescentes.

O Termo de Cooperação será firmado pelo prazo de dois anos, podendo ser renovado pelo mesmo período, desde que, comprovadamente, tenha a empresa adotante cumprido com as obrigações assumidas para o período. Se constatado que a empresa adotante não vem cumprindo com os compromissos assumidos haverá o rompimento automático do acordo, rescindindo o Termo de Cooperação, sem necessidade de aviso prévio.

SINDICATO DOS PROFESSORES DO RS DECIDE SE DESFILIAR DA CUT


CPERS tomou a decisão alegando que CUT está 'distante' da categoria.
Servidores aprovaram pauta de reivindicações, já entregue ao governo.

 Cpers entregou pauta de reivindicações ao governo do estado (Foto: Evandro Oliveira/Divulgação)

Em assembleia na tarde desta sexta-feira (27) em Porto Alegre, o sindicato dos professores decidiu se desfiliar da Central Única dos Trabalhadores (CUT). A presidente do CPERS, Elenir Aguiar Oliveira, alegou que a CUT estava distante da categoria. O encontro reuniu cerca de 6 mil servidores no Ginásio Gigantinho.

O CPERS também aprovou outras reivindicações, como a nomeação de concursados, a luta pela garantia dos royalties do petróleo para a educação e o pagamento integral do piso do magistério. A pauta foi entregue no início da noite ao governador José Ivo Sartori e ao secretário da Educação, Vieira da Cunha. Nos próximos dias, uma nova reunião entre governo e categoria deverá ser agendada.

BARROSO: O QUE O CONGRESSO DECIDIR PREVALECERÁ


Supremo não tem pretensão de decidir mérito, diz relator do impeachment
Barroso afirma que não cabe à Corte papel de árbitro de ‘Fla-Flu’
  
O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), durante Sessão - Givaldo Barbosa / Agência O Globo / 18/06/2014

EDUARDO BRESCIANI - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso afirmou que a Corte não tem pretensão de fazer juízo de mérito sobre o processo do impeachment e que cabe ao STF definir as normas do procedimento. Ele afirmou ainda que o processo não pode ser chamado de “golpe”. O presidente da Tribunal, Ricardo Lewandowski, por sua vez, afirmou que a expressão “golpe” é do mundo da política e que não cabe no debate jurídico. Os dois receberam nesta segunda-feira deputados da Comissão do Impeachment da Câmara. Ambas as reuniões foram abertas à imprensa.

Barroso afirmou aos deputados que a decisão do STF sobre o rito devolveu o assunto às mãos dos parlamentares. Ele ressaltou que cabe a eles decidir sobre o mérito do processo, ou seja, se a presidente Dilma Rousseff cometeu ou não crime de responsabilidade.

– O que os senhores decidirem vai prevalecer, na Câmara e no Senado. O Supremo não tem pretensão de fazer juízo de mérito nessa matéria – afirmou Barroso.

O ministro relator afirmou que um processo de impeachment não é um “golpe” e que é preciso observar os procedimentos previstos na Constituição e nas normas fixadas pelo STF ao julgar o tema.

– Impeachment não é golpe, é um mecanismo previsto na Constituição para afastar presidente da República, mas se impõe respeito à Constituição e às normas estabelecidas – disse o ministro.

Barroso afirmou ainda que há um “inevitável Fla-Flu” sobre o tema e ressaltou que cabe à Corte o papel de árbitro da disputa.

– A sociedade deve saber que nesse Fla-Flu o Supremo não tem lado, se o Flamengo fizer um gol legítimo ele será validado, se o Fluminense fizer um gol legítimo ele será validado – afirmou o ministro relator.

O presidente do STF, por sua vez, afirmou apenas que a expressão “golpe” não faz parte do mundo jurídico, constando apenas do debate no âmbito da política. Lewandowski ressaltou que a Corte, na decisão que proferiu sobre o impeachment, se limitou a reafirmar a jurisprudência do processo de 1992, que levou à saída do presidente Fernando Collor de Mello.

– Golpe é uma expressão que pertence ao mundo da política, nós aqui usamos apenas expressões do mundo jurídico – afirmou Lewandowski.

Participaram das reuniões o presidente da Comissão do Impeachment, Rogério Rosso (PSD-DF), o relator, Jovair Arantes (PTB-GO), e os demais integrantes da mesa do colegiado, Carlos Sampaio (PSDB-SP), Maurício Quintella Lessa (PR-AL) e Fernando Coelho Filho (PSB-PE). O relator ressaltou que a intenção é levar os trabalhos de forma a evitar que o tema retorne para discussão no STF.

– Estamos agindo com isenção e não vamos dar oportunidade de que isso aconteça cometendo qualquer erro premeditadamente – afirmou Jovair.

CZS: POLÍCIA MILITAR REALIZA 42 OPERAÇÕES EM UMA SEMANA



Vanísia Nery - A Polícia Militar de Cruzeiro do Sul (AC) realizou no decorrer da última semana 42 operações na área urbana e rural do município. Durante a operação mais de duas mil pessoas foram abordadas, além de mais de 2000 veículos vistoriados, apreensão de armas brancas e condução de 71 pessoas para delegacia e apreensão de 16 menores de idade.

De acordo com o comandante da PM em Cruzeiro do Sul, Major Lázaro Moura, as ocorrências envolvem os crimes de violência doméstica, furtos, roubos e agressões. Moura enfatizou que, com a chegada do verão, a previsão é realizar mais operações nas áreas rurais, tentando abranger todas as comunidades, com a intenção de estabelecer a paz e prevenir os crimes.

Com informações de Alexandre Gomes.

28 de mar de 2016

DEPUTADO JESUS SÉRGIO ANUNCIA RETORNO DE ATENDIMENTO NA DEFENSORIA PÚBLICA DE TARAUACÁ; EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO SERÁ PUBLICADO EM ABRIL


Blog do Deputado - Após a intervenção do deputado Jesus Sérgio (PDT), a falta de defensor público em Tarauacá, que se arrasta por quase dois anos, será resolvida temporariamente até que seja realizado concurso público. A boa notícia foi anunciada em discurso realizado na tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac).

Jesus Sérgio propôs, por meio de ofício, que o Defensor Público de Feijó passe a atender uma vez por semana em Tarauacá. Para facilitar o andamento dos atendimentos, um novo assessor será contratado para dar mais agilidade na abertura de processos. Os atendimentos contemplarão também a população de Jordão.

A Defensoria de Tarauacá passará a contar, então, com dois assessores e dos servidores que estarão aptos a proceder com o atendimento prévio e, assim, facilitar os atendimentos com o defensor que serão realizados uma vez por semana, toda sexta-feira.

A medida foi proposta por Jesus Sérgio e acatada pelo chefe da Defensoria Pública, Fernando Morais em reunião realizada na última quarta (16). Ficou acordado também que na primeira quinzena de Abril sairá o edital do concurso com o prazo de seis meses para finalização do mesmo e, imediata contratação de defensores. “A meta é que até o final de ano já teremos a contratação de defensores” 

Na primeira quinzena de março, Jesus Sérgio visitou a sede da Defensoria em Tarauacá e pode conferir a situação de abandono. O deputado lamentou o fato de uma cidade com mais de 38 mil habitantes permanecer sem o serviço de justiça gratuita.

“Muitos enfrentam necessidades por estarem impedidos de receber benefícios junto ao INSS, sem contar crianças que estão sem receber pensão alimentícia por não terem como recorrer na justiça para ter acesso a direitos básicos. Essa medida não irá resolver o problema, mas irá amenizar a espera de centenas de pessoas que necessitam de assistência jurídica gratuita. Meu compromisso é de lutar por essa causa e serei, permanentemente, fiscalizador deste processo até que a população seja atendida”, destacou.

Em seu discurso, o parlamentar lembrou que visitou recentemente as instalações da Defensoria em Tarauacá e Feijó. Ele ressaltou que esteve também em Jordão, onde a população denunciou a desassistência jurídica por parte do órgão. Ele lembrou ainda que dos 23 municípios, 13 não contam com os serviços da defensoria Pública.

ENTENDA O CASO: 
Desde março do ano passado, Jesus Sérgio tornou público a situação de abandono enfrentada pela população. Em abril do ano passado, o deputado esteve reunido com o chefe da defensoria pública, Fernando Morais de Souza, que assumiu o compromisso de, por meio de uma escala, enviar defensores para atender o município até que um novo concurso público - anunciado para o primeiro semestre de 2016 - fosse realizado, mas até o momento sequer o edital foi divulgado.

Na primeira quinzena de novembro de 2015, Jesus Sérgio deu início a um movimento popular, em prol do recolhimento das assinaturas de moradores de Tarauacá, por meio do recolhimento de assinaturas, pedindo a urgente na realização de concurso público e a imediata nomeação de um defensor público para Tarauacá. 

GREVE DOS MÉDICOS DEVE SUPERLOTAR O PRONTO SOCORRO DE RIO BRANCO; COMEÇA DIA 12 DE ABRIL



Decidida na semana passada, a greve dos médicos de todo o Acre deve iniciar mesmo no próximo dia 12 de abril. Com prazo indeterminado, o objetivo seria, segundo os profissionais, de reivindicar além de melhorias na área de saúde, o cumprimento, por parte do governo, de acordo prometidos durante encontros.

Durante o período grevista, devem ser mantidos apenas serviços de urgência e emergência, o que deve superlotar o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (AC), o Pronto Socorro, levando a uma situação nada positiva aos atendimentos que podem ficar retardados nas unidades públicas.

Inicialmente, a informação era que haveria uma paralisação nesta segunda-feira, dia 28, contudo. De pronto, para tentar demonstrar celeridade e a tentativa de manter o serviço estável, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) recorreu ao Judiciário, com pedido liminar, assegurando que 75% dos profissionais mantenham-se em atividade nas unidades públicas de saúde durante o protesto sindical.

A classe, segundo o Sindmed, ainda exige que os médicos especialistas tenham de volta a gratificação por titulação com o objetivo de incentivar a permanências dos aprovados no concurso recente e dos futuros profissionais.

O BOLSONARO É TÃO RUIM MESMO? NÃO É BEM ASSIM!



OINDIGESTO.COM /ICARO DE CARVALHO - Conhecido – e atacado! – por suas frases polêmicas e posicionamentos duro, o Deputado Federal Jair Bolsonaro coleciona amigos e inimigos. Há quem o chame de racista, homofóbico e até mesmo fascista. Afinal de contas, ele é tão ruim assim?

Jair Messias Bolsonaro nasceu na cidade de Campinas, no dia 21 de março de 1955 e ocupa, atualmente, o cargo de Deputado Federal pelo milésimo ano consecutivo. Mentira, é só o sexto mandato. Em seu hall de conquistas, foi o deputado mais votado do estado do Rio de Janeiro, com o apio de 6% do eleitorado. Atualmente, pretende voos maiores; quer se tornar Presidente da República.

Na sua longa trajetória política, coleciona dissabores. Arranjou confusão – ou foi arranjado – por boa parte da esquerda e é visto como um dos poucos políticos do país que realmente fala o que pensa. Seus adversários disparam contra ele todo tipo de adjetivo: racista, preconceituoso, fascista, nazista e coisas do tipo.

Bolsonaro, para a esquerda lado B, aquela ala cult, que geralmente é sustentada pelos pais, é sinônimo de atraso.

Mas, será isso mesmo? O indigesto foi atrás e ranqueou pelo menos dez projetos de lei do polêmico ex-militar. E não é que achamos que todos eles são bem razoáveis? Aliás, poucos representantes do legislativo podem ostentar uma quantidade tão grande de projetos de lei favoráveis aos interesses populares. Agora, chega de papo e aqui vão eles.

PEC-5107/2007.

O projeto de emenda à constituição proposto pelo Deputado, amiguinho, isentaria de impostos a produção e a comercialização de programas de computador. Ou seja, você que gosta de baixar aquele joguinho bacana na Steam ou aumentar a capacidade da sua placa de vídeo, saiba que poderia estar pagando um preço bem mais acessível por tudo isso, se a proposta oferecida pelo Bolsonaro fosse votada favorável.

PL-106/2007.

O projeto de tem tem como objetivo incluir no hall de crimes hediondos o roubo de veículos automotores. Esse projeto combate diretamente o terror rodoviário, a indústria do desmanche e os altíssimos preços securitários cobrados pela máfia dos seguros, financiada pelo nosso mercado fechado à concorrência. Além do fato óbvio de que mantém na rua um criminoso que colocou a vida de uma família em risco, para tomada do bem. Que deputado sem coração!

PL-5481/2009.

Esse projeto de lei isentaria, se aprovado, os rendimentos auferidos através de proventos percebidos pelos portadores de lúpus eritematoso sistêmico. O que isso quer dizer? Que o Deputado Federal acredita que pessoas vulneráveis, acometidas por essa doença incurável, deveriam pagar menos impostos, o que faria com que sobrasse um pouco mais de dinheiro ao final do mês para o seu tratamento, afim de que tivessem dignidade.

PL-367/2011.

Direto e reto: o projeto de lei em questão proíbe a direção, por meio da supressão do direito de habilitação, de qualquer motorista que supere os quarenta pontos na carteira nacional de habilitação, pelo período de um ano. Para o país que ostenta o título de campeão mundial das mortes no trânsito, eu tenho certeza que esse projeto contribuiria em muito no combate ao caos rodoviário do país.

PL-5490/2014.

Não é de hoje que as organizações criminosas infiltram menores de idade em suas práticas criminosas, a fim de depositarem em suas costas os crimes mais pesados. É sempre um adolescente quem puxa o gatilho para, pouco tempo depois, estar de volta às ruas, tocando o terror. O PL-54900 pretende aumentar a pena dos maiores que estiverem se utilizando dessa falha no sistema. Ou seja, estão de patifaria? Vão puxar uma cadeia mais pesada!

PL-5398/2014.

Agora para tudo! Atenção! De acordo com a redação desse projeto de lei, Jair Bolsonaro propõe que condenados por estupro possam, voluntariamente, se submeterem a um tratamento químico capaz de reduzir os seus impulsos violentos e, com isso, receberem o abrandamento da sua pena. Além disso, aumentaria a pena para esses crimes, ou seja, manteria um número maior de homens violentos atrás das grades.

Mas, espera ai! Não era justamente a Maria do Rosário quem dizia que o deputado era um estuprador e que odiava as mulheres? Ao passo que o legislador pretende manter estupradores atrás das grades, a sua colega de casa pretende soltá-los. Quem está – realmente – a favor das mulheres?

PL-8176/2014.

O Brasil é um dos países que mais testemunha a morte dos seus policiais no planeta. Aqui, vestir uma farda é sinônimo de má remuneração, pouco amparo estatal e descaso para com a sua própria vida. Esse projeto de lei pretende tornar crime hediondo o homicídio cometido contra agentes de segurança pública. Como um policial acaba não sendo um policial sozinho, o projeto de lei prevê a extensão do aumento da pena aos crimes cometidos também contra os seus familiares.

PL-7473/2014.

Mais um projeto de lei que prevê, se aprovado, a isenção de impostos para portadores de doenças crônicas. Nesse caso, quem possuir doença pulmonar obstrutiva crônica. Ao que parece, isso é ruim. O que o povo de esquerda quer mesmo é que inválido trabalhe – e pague impostos! – até morrer.

PL-7104 e 5/2014 e 15.

O projeto de lei acrescenta ao artigo 23 do decreto lei número 2.848, de dezembro de 1940, inciso que descaracterize como crime qualquer ato de legítima defesa quando alguém pretenda invadir a sua propriedade. Ou seja, se um vagabundo caiu para dentro da tua casa e você sentar bala nele, está tudo tranquilo e favorável. Razoável? Não, porque ai sobra menos bandido e como é que os direitos humanos e esse pessoal todo da esquerda irá continuar na sua boquinha? Bola fora, Deputado!

Conclusão? Oras, não é óbvia?

Abandone esse preconceito bobo. Você pode, assim como eu, divergir de uma série de opiniões acerca de temas polêmicos com ele. Eu não acho que o Fernando Henrique deveria ser fuzilado nem acho que se cura o homossexualismo com porrada – isso é um absurdo! -, mas deixe de lado essa ideia de que o Jair Bolsonaro é um político ruim, ainda mais quando comparamos com tantas tranqueiras que existem por ai.

TERRITÓRIO FEDERAL DO ACRE EM 1949

Publicado por Altino Machado no youtube em 25 de abril de 2015

EXPECTATIVAS PARA INFLAÇÃO EM 2016 E 2017 MOSTRAM NOVO ALÍVIO, COM AJUDA DO CÂMBIO


Bruno Federowski e Camila Moreira -  Após recentes sinais de alívio na alta dos preços diante do cenário econômico recessivo, a perspectiva para a inflação neste ano continuou em trajetória de queda, com redução também na projeção para o dólar.

Na pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda-feira, a estimativa para a alta do IPCA no final deste ano foi reduzida em 0,12 ponto percentual, para 7,31 por cento. Ainda assim, continua bem acima do teto da meta do governo, de 4,5 por cento com tolerância de 2 pontos.

O IPCA-15 de março, divulgado na semana passada, mostrou que a forte recessão enfrentada pelo país começa a ter efeito sobre os preços. O índice desacelerou a alta a 0,43 por cento no mês e alcançou 9,95 no acumulado em 12 meses, ficando abaixo de 10 por cento pela primeira vez desde outubro.

Para o ano que vem, a pesquisa Focus mostrou inalterada a expectativa de que a inflação encerrará a 6 por cento, no limite máximo da meta do governo, de 4,5 por cento, com margem de 1,5 ponto percentual.

O dólar também tende a ajudar, com a expectativa na pesquisa com uma centena de economistas caindo a 4,15 reais no fim de 2016, contra 4,20 reais na semana anterior. Para 2017 a conta diminuiu a 4,20 reais, ante 4,30 reais.

Ainda segundo o Focus, não houve mudanças nas expectativas para a taxa básica de juros, motrando a Selic a 14,25 por cento no final de 2016 e a 12,50 por cento em 2017.

Para o Produto Interno Bruto, as estimativas pioraram mais uma vez e agora a contração neste ano é estimada em 3,66 por cento, contra 3,60 por cento na pesquisa anterior. O crescimento em 2017 é calculado em apenas 0,35 por cento, sobre 0,44 por cento anteriormente.

AUMENTAM OS FURTOS E ROUBOS NO COMPLEXO DA MADEIRA-MAMORÉ, PEÇAS DE BRONZE SÃO LEVADAS


O assunto será levado ao Ministério Público Federal, Estadual e a Policia Federal do Estado para as devidas providências

 Assaltantes arrombaram a grade de proteção da oficina

Os constantes roubos e furtos no complexo da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, em Porto Velho, mobilizaram a Associação dos Ferroviários, que representou a prefeitura da capital, pelo descaso com o patrimônio público. Na noite da última quarta-feira (23) ocorreu arrombamento da grade de proteção da oficina e furto de peças importantes, históricas.

A administração do Complexo Madeira-Mamoré de Porto Velho é de responsabilidade da prefeitura. Através da Portaria 156, o Município tem a concessão de 20 anos, mas praticamente nada foi ou está sendo feito.

“Os ferroviários estão revoltados porque foram levados pelos marginais materiais diversos, inclusive a madeira que cercava o vagão e o piso de madeira”, denunciou George Telles, o Carioca, vice-presidente da Associação dos Ferroviários da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.

Já foram furtados do local 15 peças de cobre e bronze de elevado valor histórico. Os furtos são diários e a prefeitura não toma as devidas providências, “está sendo negligente, omissa, irresponsável com um dos nossos patrimônios históricos”, argumenta Carioca.

Carioca afirma que é dever do poder público federal, zelar pela integridade do referido bem, assim como de sua vizinhança. a portaria do IPHAN Nº 231 de 13 de julho de 2007, tem que ser respeitada pelo poder público.

A liberação de licença ou alvará para atividades comerciais às imediações do complexo é uma ilegalidade. Segundo Carioca, isso é “uma ação inconstitucional da prefeitura que não cuida do complexo”.

24 de mar de 2016

OVOS DE PÁSCOA ENCALHAM NAS PRATELEIRAS DOS SUPERMERCADOS DE RIO BRANCO




Menos de 72 horas para se comemorar a Páscoa, os tradicionais ovos permanecem encalhados nas prateleiras dos supermercados. Nem mesmo as marcas renomadas de chocolates do mercado brasileiro, que utilizaram variadas técnicas de enfeites para atrair o consumidor neste ano, não estão conseguindo deslanchar nas vendas, no Acre.


Devido ao cenário obscuro da Páscoa no ano passado, a queda nas vendas dos produtos já era esperada, tanto que alguns empresários do ramo de supermercados diminuíram a quantidade de ovos nas prateleiras para as vendas deste ano que estão, em média, 17% mais caros do que 2015.

De acordo com o empresário Aden Araújo, por exemplo, a alta nos preços foi decorrente do aumento dos valores das matérias primas e também do dólar, já que são necessárias importações de alguns produtos. A redução nas vendas dos ovos, segundo ele, está em 30%, mas a previsão era que a procura fosse um pouco maior.

“Nossa previsão era tímida para as compras, por conta das vendas baixas dos ovos no ano passado, mas a falta de procura agora por parte do consumidor, superou”, disse o empresário.

A servidora pública Lúcia de Almeida foi uma das clientes que olhou os preços dos chocolates e não sentiu nada adoçado nos valores, pelo contrário, preços azedos e o resultado foi a cestinha vazia.

“Impossível comprar os ovos nesses valores. A crise financeira atingiu a todos e a expectativa de nós, meros trabalhadores, não é a das melhores. Estamos empregados hoje e, amanhã, podemos não mais estar. O segredo e a ordem de vida agora é economizar cada centavo. Os filhos entenderão”, comentou.

A previsão de especialistas já era negativa para as vendas de ovos de Páscoa neste ano em decorrência nos preços e a queda do poder aquisitivo da população. Porém, a única espera restante é de que os consumidores comprem os produtos de última hora.

Mas há quem pretende não deixar faltar doce em casa no domingo (27): é o contador Alonso Silva que desde o início do mês, quando vai aos supermercados fazer alguma compra, compara os preços dos ovos.

“Até agora a melhor opção encontrada foram os ovos caseiros. Bom, doce e barato. Mas comprarei um tradicional com alguns brinquedos de carrinhos para ser dividido entre meus três filhos. Desde quando entrou o ano eles pedem. Para agradar comprei somente um para os três brincarem. É preciso economizar”, disse.

Os valores dos ovos de Páscoa variam de R$ 20 a R$ 65 dependendo do tamanho e da marca.

DEPUTADO JESUS SÉRGIO COBRA AGILIDADE NA EXECUÇÃO DO PROGRAMA LUZ PARA TODOS NO JORDÃO



Da Assessoria - O deputado Jesus Sérgio (PDT) esteve reunido na tarde desta segunda-feira, 21, com o coordenador da Eletrobras Acre, Alberto Fernandes, para cobrar agilidade na execução do programa Luz Para Todos, em Jordão. 

Jesus Sérgio relatou que o transporte dos insumos, para realização da obra, precisa ser levado com urgência, devido o rio não apresentar condição de trafegabilidade no decorrer no ano.

“A população de Jordão já está desacreditada, pois em outros momentos foram esquecidos e as obras sequer foram finalizadas. Por isso, eu e minha equipe estamos acompanhando - de perto - o andamento deste programa. É meu papel fiscalizar e cobrar dos responsáveis para que esse projeto venha ser, de fato, realizado. Serei incansável a esta reivindicação, pois conheço a realidade do município e a necessidade da população”, declarou Jesus Sérgio.

Ao parabenizar Jesus Sérgio pelo empenho, Alberto Fernandes disse que está solidário à situação e se comprometeu a acompanhar e dar maior celeridade quanto à expansão do Luz Para Todos na zona rural de Jordão.

Alberto Fernandes destacou que desde 2010, Jordão não é beneficiado com o Luz Para Todos. Segundo ele, o contrato foi assinado em setembro de 2015 e a empresa, responsável pela obra, tem o prazo de 18 meses para conclusão da obra.

Jesus Sérgio entrou em contato com o diretor-presidente da empresa Etenge, Sérgio Murata, que informou que a empresa já comprou os geradores e outros insumos que dentro do período de um mês, todo o material, vindo de São Paulo, estará em Tarauacá e será transportado para Jordão. A informação foi confirmada pelo senhor Dennis Sena, coordenador do Programa Luz para Todos no Acre.

Jesus Sérgio destacou a necessidade de os gestores priorizarem a cidade de Jordão para que não venha a ser um dos últimos municípios a serem contemplados pelo programa.  Ficou agendado ainda par este mês de março, uma reunião entre o prefeito de Jordão, Elson Farias, o deputado Jesus Sérgio e o diretor-presidente da Etenge, Sérgio Murata, a fim de prestarem esclarecimentos quanto aos encaminhamentos.

SENADOR E DEPUTADO DO ACRE SE REÚNEM COM EXECUTIVO DA AVIANCA E SOLICITAM VOOS PARA O ACRE


O parlamentar acreano lembra que a partir de agora o 
serviço de transporte aéreo que já era precário e caro 
vai piorar ainda mais

O deputado federal Alan Rick (PRB) e o senador Jorge Viana (PT) estiveram reunidos na manhã desta quarta-feira (23) com o vice-presidente da Avianca, Frederico Pedreira. Também estavam presentes o assessor da empresa, Paulo Mury, e assessores dos parlamentares. A reunião tratou de duas pautas específicas: a inclusão do Acre na rota de voos ofertados pela empresa e o Projeto de Resolução do Senado que reduz a alíquota de ICMS sobre o combustível de aeronaves no Brasil.


“Apresentamos nossa demanda e solicitamos que a Avianca opere para Rio Branco, Porto Velho e demais cidades da Região Norte em voos diários e inclusive diurnos, para que possa atender melhor nossa população. O executivo afirmou que a empresa realizará um estudo de viabilidade técnica para que eles possam incluir a rota do Acre o mais breve possível”, explica Alan Rick.

Também foi tratado o Projeto de Resolução que tramita no Senado Federal cujo um dos proponentes é Jorge Viana e que limita o valor máximo a ser cobrado no imposto do combustível de aeronave. Hoje, quase a metade do preço da passagem aérea corresponde ao custo de combustível repassado pela operadora. Portanto, se o imposto baixar, o valor final da passagem também vai diminuir.

“O povo do Acre e da região Norte como um todo têm sofrido com esta queda da oferta de voos que ocorrem em virtude da crise que o país enfrenta, com o dólar alto e com a guerra fiscal entre os Estados. Esse projeto estabelece um teto de 18% de ICMS para o combustível de aviação. E esse percentual é importante para reduzir o preço final da passagem, tendo em vista que 40% do custo total da passagem está no valor do combustível”, alerta Alan.

O parlamentar acreano lembra que a partir de agora o serviço de transporte aéreo que já era precário e caro vai piorar ainda mais, tendo em vista que duas das operadoras que faziam rota para o Acre alteraram seus atendimentos.

“Recentemente, tanto a Azul quanto a Gol retiraram voos na nossa região, o que dificulta a vida do povo acreano. Nós precisamos urgentemente sanar essa lacuna. Estou confiante que a Avianca atenda nosso clamor e passe a operar no nosso Estado”, assegura.

23 de mar de 2016

TRIBUTO AO PASSADO - TARAUACÁ: BASE DA ANTIGA TORRE SENDO ENTERRADA


O então Prefeito Tupanir Gaudêncio acompanhando os serviços de enterramento da antiga base da primeira torre de Tarauacá. Tão grande e tão pesada e sem dispor na época de equipamentos para fragmentá-la, a única opção foi enterrá-la. 

DESEMPREGO NO BRASIL SOBE A 8,2% EM FEVEREIRO, A MAIOR TAXA DESDE 2009, MOSTRA IBGE


Rodrigo Viga Gaier no Rio de Janeiro e Erick Noin em São Paulo - A taxa de desemprego do Brasil cresceu pela segunda vez seguida e atingiu 8,2 por cento em fevereiro, maior nível em quase sete anos e com nova queda na renda média do trabalhador, sucumbindo ao cenário recessivo brasileiro.

Em janeiro, o desemprego medido pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME) havia sido de 7,6 por cento. O resultado de fevereiro é o mais alto desde maio de 2009, quando a taxa foi de 8,8 por cento, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

A PME abrange o mercado de trabalho nas seis principais regiões metropolitanas do país. A expectativa em pesquisa da Reuters era de que a taxa chegaria a 8,1 por cento por cento no mês na mediana das previsões.

A renda média também foi afetada pelo atual cenário, informou o IBGE, com recuo de 1,5 por cento em fevereiro sobre janeiro, atingindo 2.227,5 reais. Na comparação com o mesmo mês de 2015, a queda foi de 7,5 por cento, num cenário de inflação alta e juros elevados.

Os dados mostram que no mês passado a população ocupada diminuiu 1,9 por cento sobre o mês anterior, somando 22,555 milhões de pessoas. Sobre fevereiro de 2015, a queda foi de 3,6 por cento, o que representa 842 mil pessoas que perderam seus empregos.

O comércio foi a atividade que mais dispensou, com queda de 3,9 por cento no número de trabalhadores em relação a janeiro, ou 177 mil pessoas demitidas.

"A notícia desfavorável que ficou evidente foi a queda na ocupação. São cortes mesmo. Além daqueles setores que já vinham dispensando, como construção e indústria, vimos agora dispensas no comércio", destacou a técnica da pesquisa no IBGE, Adriana Beringuy.

Já a população desocupada registrou alta de 7,2 por cento contra janeiro e forte aumento de 39 por cento sobre um ano antes, chegando a 2,015 milhões de pessoas à procura de uma posição.

O mercado de trabalho sofre desde o ano passado com a forte recessão na qual o Brasil está mergulhado, sem perspectiva de melhora em breve já que a pesquisa Focus do Banco Central aponta expectativa de contração econômica de 3,60 por cento este ano.

Esta foi a última divulgação da PME, que agora será substituída pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, mais abrangente. Pela Pnad Contínua, o país chegou ao fim de 2015 com 9,1 milhões de desempregados e taxa de desemprego de 9 por cento no quarto trimestre.