28 de jan de 2017

Os sistes que o consumidor deve evitar, segundo o PROCON


Diz o Procon: na hora da compra, evite esses sites
Confira a lista de endereços online que não são considerados seguros para o consumidor
A lista foi elaborada a partir de denúncias dos consumidores


Carla Monteiro  - O Procon-SP (Fundação de Proteção ao Consumidor de São Paulo) atualizou, nesta semana, sua lista de sites de e-commerce que devem ser evitados pelo consumidor. O catálogo é composto por 510 endereços eletrônicos considerados inseguros para a realização de compras pela internet. Segundo o órgão, os sites incluídos são de empresas que tiveram reclamações registradas, foram notificadas sobre o problema, mas não responderam ao contato. Há também aquelas que nem foram encontradas, na tentativa de intermediação com o cliente. Ou seja, tudo indica que possam ser golpistas.


Em resposta a e-mail enviado pelo site de VEJA, o Procon-SP passou dicas de como identificar quando um site não é crível. Por exemplo, alertou que o consumidor precisa desconfiar de ofertas vantajosas e procurar, na página, por documentos que comprovem a existência da empresa, como seu CNPJ e sua razão social. Completou a fundação: “Busque informações a respeito do fornecedor para não cair em armadilhas; não compre em sites em que a forma de pagamento é apenas boleto bancário ou depósito em conta corrente; e imprima ou salve todos os documentos que comprovem a negociação”.

LEIA MAIS:

Dois casos que merecem desconfiança, por exemplo, são os da loja online Magazine Fernando, que vende diversos produtos, de roupas a livros, e o da Venda Anabolizante, comerciante de anabolizantes. Ambos ainda estão no ar, inclusive. Mesmo sendo considerados inseguros, de acordo com o Procon. Já outros endereços identificados pelo órgão, como o PC Computadores e a Perfumeuro, já não operam mais.

Para não cair em armadilhas, confira a lista completa neste link.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.