29 de mai de 2017

Em nota, Ufac promete punir todos os responsáveis envolvidos em depredação de campus universitário


“A gestão da Ufac tem o dever de adotar todas as medidas legais necessárias para proteger o patrimônio público", diz a nota

 Capivara morreu atropelada e granja do curso de Agronomia foi depredada


Nany Damasceno - A reitoria da Universidade Federal do Acre (Ufac) se manifestou por meio de nota na tarde desta segunda-feira (29) sobre as polêmicas acerca da depredação no prédio da instituição durante um evento na última sexta-feira (26).


De acordo com denúncias de estudantes da instituição, paredes da universidade foram pinchadas e outros espaços, como a granja experimental do curso de Agronomia, também teriam sofrido depredação durante um sarau organizado pelo Fórum Aberto de Arte, Cultura e Diálogos. Além disso, alunos alegaram que no mesmo dia uma capivara foi morta dentro do campus, vítima de atropelamento.

Segundo a reitoria, todas as medidas necessárias, previstas na legislação, serão tomadas para apurar responsabilidades de indivíduos por conta das infrações cometidas: “A gestão da Ufac tem o dever de adotar todas as medidas legais necessárias para proteger o patrimônio público, bem como punir todos os responsáveis envolvidos em transgressões que afetem a segurança das instalações e equipamentos da universidade”, diz a nota.

Uma das preocupações dos estudantes da Ufac após as ações de vandalismo ocorridas no sarau era que a reitoria proibisse a realização de eventos culturais no interior da instituição, mas na nota, a universidade diz que continua defendendo as atividades culturais nos campi: “A Reitoria ressalta, entretanto, que se mantém o posicionamento de defesa da realização de atividades, no interior do campus, que promovam o desenvolvimento cultural de todos os membros da comunidade universitária”.

Confira a nota na integra:

Nota da Reitoria

A Reitoria da Universidade Federal do Acre (Ufac) informa que tomará todas as medidas necessárias, previstas na legislação, para apurar responsabilidades de indivíduos por infração cometida, na última sexta-feira, dia 26 de maio, referente a depredação do patrimônio público da instituição, por ocasião de um evento ocorrido no Coliseu, localizado no campus de Rio Branco.

A realização de eventos de socialização e integração, no interior da universidade, envolve a responsabilidade compartilhada de unidades administrativas e/ou acadêmicas, representações estudantis e/ou similares, dependendo da natureza da festividade.

Assim, a gestão da Ufac tem o dever de adotar todas as medidas legais necessárias para proteger o patrimônio público, bem como punir todos os responsáveis envolvidos em transgressões que afetem a segurança das instalações e equipamentos da universidade.

A Reitoria ressalta, entretanto, que se mantém o posicionamento de defesa da realização de atividades, no interior do campus, que promovam o desenvolvimento cultural de todos os membros da comunidade universitária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.