2 de mai de 2017

Sinhasique denuncia que por falta de agulhas, acreanas com câncer precisam do TFD



Ravenna Nogueira - A deputada estadual Eliane Sinhasique (PMDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta terça-feira (02), para criticar a má gestão dos recursos da saúde.

“Em 2016, ano em que o presidente Michel Temer assumiu o governo federal, houve um aumento de R$29 milhões nos repasses da saúde para o Acre. Dinheiro tem! Falta gestão competente e compromissada para fazer a saúde funcionar”, declarou.

Segundo ela, o aparelho de braquiterapia do Hospital do Câncer não funciona por falta de agulhas. “As mulheres do Estado, com câncer ginecológico, precisam fazer o Tratamento Fora de Domicílio (TFD) tendo esse equipamento aqui. Isso é inadmissível”.

Ela também denuncia que as Oficinas Ortopédicas de Rio Branco e Cruzeiro do Sul não fazem mais órteses e próteses para pessoas com deficiências por falta de matéria prima.

E reclama do atraso em obras importantes como o Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (que teve apenas a recepção inaugurada), o Pronto Socorro de Rio Branco, o Hospital de Brasiléia, a Maternidade de Feijó e o Hospital de Xapuri.

“Só nos meses de janeiro, fevereiro, março e abril, mais de R$ 100 milhões de recursos federais foram destinados para a saúde do Acre. O que fizeram com esse dinheiro? Não se justifica a falta de material básico para a saúde”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.