22 de ago de 2017

Acre lidera ranking de taxa de estupros coletivos; aumento registrado nos últimos anos preocupa

Estado apresenta 4,41 casos por 100 mil habitantes; crime representa 15% dos casos de estupro registrados em 2016


Ton Lindoso - Os Estados do Acre, Tocantins e Distrito Federal lideram o ranking das maiores taxas de estupro coletivo por 100 mil habitantes. O levantamento, divulgado com exclusividade pela Folha de S. Paulo, mostra ainda que, entre 2011 e 2016, o número de registros de estupros coletivos pulou de 1.570 para 3.526, um salto de 125%.


De acordo com a publicação, o Estado apresentou 4,41 casos. Em seguida, aparece Tocantins com 4,31 e Distrito Federal com 4,32. A legislação vigente prevê, desde 2011, que casos de violência sexual pelos serviços públicos e privados de saúde sejam obrigatoriamente notificados ao Ministério da Saúde.

Mesmo com a obrigatoriedade, a publicação conta que casos costumam ser subnotificados – deixam de ser notificados formalmente – com o intuito de mascarar dados. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), apenas 10% do total de estupros são notificados. O crime representa 15% dos casos de estupro em geral registrados em 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.