18 de dez de 2017

Ministério da Agricultura oficializa exportação de carne suína para Bolívia através da Dom Porquito




Agora é oficial. O Ministério da Agricultura e Pecuária autorizou a exportação de carne suína para a Bolívia através da Indústria Dom Porquito, do Acre. O registro SIF 2524 tem o aval da divisão de habilitação e certificação (DHC) do governo federal. A notícia foi dada na tarde de ontem (16) pelo Superintendente do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA) no estado, Luziel Carvalho e o senador Gladson Cameli (Progressistas), durante encontro com empresários e trabalhadores no Alto Acre.

Um dos sócios-proprietários da Indústria, Paulo Santoyo, fez questão de agradecer o empenho do senador Gladson Cameli na conquista, que marca a entrada da Dom Porquito no mercado andino.

“Ficamos muito gratos pelo empenho do senador que junto com o Luziel Carvalho e o ministro Blairo Maggi – que tem demostrado ser um embaixador dos negócios para nos defender – buscaram a inserção da nossa indústria no mercado andino” disse Santoyo.

O senador e uma comitiva composta pelo vice-prefeito de Acrelândia, Raimundão, deputados estaduais, vereadores e assessores, visitaram a Indústria de Frangos Acreaves e fizeram questão de almoçar com os trabalhadores da Industria Dom Porquito.

“Essa luta não foi somente minha, ela aconteceu no senado federal, mas é um esforço do governo do estado, de nossa bancada de deputados federais e estaduais, os vereadores da região, enfim, uma vitória que vai aquecer a economia local, garantir a geração de emprego e marcar a entrada da Dom Porquito no mercado andino” comentou Cameli.

Santoyo explicou que a inserção no mercado andino vai triplicar a produção interna. Daí a importância do ato realizado, que o empresário classificou como histórico durante a apresentação da comitiva liderada pelo senador Cameli aos seus trabalhadores.

“O mercado boliviano já era um grande desafio. Vamos fornecer matéria prima para indústrias locais que importam de outros países como o Chile. Nós queremos ser esse mercado, suprir essa necessidade” acrescentou o empresário.

Ainda de acordo Santoyo, a logística de localização da Dom Porquito na porta de entrada do Pacífico planejou a indústria para os negócios andinos, mas, autorização do MAPA vai possibilitar também atingir o mercado amazônico que importa a carne suína de outras plantas.

Logo após o anuncio da autorização dada aos trabalhadores, Cameli, Santoyo e Luziel Carvalho fizeram uma reunião de trabalho para desburocratizar os entraves para a visita da comitiva peruana no Acre, que vai marcar a ampliação da exportação no Pacífico. Por telefone, os empresários falaram com o ministro Blairro Maggi e já agendaram encontro semana que vem em Brasília. Carvalho explicou que a relação comercial é inédita.

“É a primeira vez que se estabelece essa relação comercial de produtos nossos para a Bolívia. Isso está consolidado. Agora, nosso esforço será no sentido de quebrara as barreiras que faltam para ampliar essa exportação para o Peru e outros países” garantiu Luziel.

O documento que indica a habilitação da Dom Porquito já foi encaminhado ao Palácio do Itamaraty que informará oficialmente as autoridades bolivianas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.