22 de mar de 2018

“Água de má qualidade aumentou a incidência de câncer nos acreanos”, diz Sinhasique


O problema ocorre devido ao fato da alcalinidade da água encontrada nos reservatórios do Estado, disse parlamentar

 O problema ocorre devido ao fato da alcalinidade da água encontrada nos reservatórios do Estado/Foto: Secom


Thalis Gutierres - Uma denúncia muito grave chegou ao conhecimento dos deputados estaduais acreanos na manhã desta quarta-feira (21). A deputada Eliane Sinhasique (MDB), afirmou durante seu tempo no grande expediente da sessão realizada na Aleac, que o pesquisador Dellano Aníbal, pós-doutor em Química e Farmacologia, fez um estudo e descobriu que o PH da água no Estado do Acre é muito baixo, mais baixo do que o recomendado pelo Ministério da Saúde.

A irregularidade nas condições de um recurso vital para população acreana, pode ter desencadeado o aumento na incidência de casos referentes a câncer no estômago da população do Acre.

Veja também: Consumidores postam fotos de água suja do Depasa; problema ocorreu na estação de tratamento

O problema ocorre devido ao fato da alcalinidade da água encontrada nos reservatórios do Estado apresentarem um pH de apenas 4,5, o que a classifica como uma água muito ácida.

A portaria 2.914/2011 do Ministério da Saúde recomenda que, no Sistema de Distribuição, o pH da água seja mantido na faixa entre 6,0 a 9,5.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.