18 de abr de 2018

Rio Branco: Marcus Alexandre deixou festival de aditivos em obras inacabadas, denuncia vereador


Assem Neto - Três publicações no Diário oficial do Estado, datadas da semana passada, chamaram a atenção do vereador Roberto Duarte. A primeira delas se refere à reforma da Escola Frei Pelegrino, no Bairro Aeroporto Velho, iniciada em 2015 e sem prazo para execução. A obra está no seu décimo-terceiro aditivo, diz o vereador, apesar de três anos para reformar uma escola.

Uma segunda publicação curiosa diz respeito á reforma da Escola de Ensino Fundamental Willy Viana, que teria, segundo a prefeitura, sido atingida pela enchente de 2015. Desde aquela época, o estabelecimento não foi reformada, apesar de décimo-oitavo aditivo contratual.

Roberto Duarte cita, ainda, a construção de creche padrão, no Bairro Jacamim, em 2013. Já se passaram cinco anos e a obra não terminou.

“Isso é a mais pura falta de um prefeito comprometido com a verdade. É coisa de um péssimo gestor, irresponsável e incompetente. Eu não venho aqui para brincar. Eu trago provas de um gestor incapaz, que graças a Deus deixou a prefeitura para nunca mais voltar”, declarou o vereador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.