21 de jun de 2018

O Lula pós-Lava Jato e a demolição da democracia



Tenta-se vender em Brasília a ideia de que a única forma de deter a ascensão de Jair Bolsonaro é colocando Lula na disputa eleitoral.

Lula seria um “extremo conhecido” — e, afinal de contas, nem extremado assim.

É uma ideia de jerico. Deixando de lado o pequeno detalhe de tratar-se de um condenado, o Lula pós-Lava Jato está longe de ser o “Lulinha Paz e Amor” de quinze anos atrás.

Demolir a democracia será a única maneira de ele sobreviver no poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.