23 de out de 2018

Lula e a “força de expressão no palanque”


Em 2017, num evento do PT, Lula ameaçou prender jornalistas, procuradores e policiais, caso voltasse ao poder.

Na semana seguinte, teve de explicar suas declarações ao juiz Sergio Moro. “Isso é uma força de expressão. O dia que o senhor for candidato vai ter muita força de expressão no palanque”, disse.

Revejam o diálogo, que é bastante oportuno:

Moro: Na semana passada, em 5 de maio de 2017, o senhor ex-presidente prestou as seguintes declarações em evento partidário: ‘Se eles não me prenderem logo, quem sabe um dia eu mando prendê-los pelas mentiras que eles contam’. O que o senhor quis dizer com esse tipo declaração?

Lula: O seguinte: que a história não para com esse processo. A história um dia vai julgar se houve abuso ou não de autoridade nesse caso, no comportamento tanto da Polícia Federal como do Ministério Público no meu caso.

Moro: E o senhor pretende mandar prender os agentes públicos?

Lula: Como é que eu vou saber? Não sei se eu vou estar vivo amanhã.

Moro: Foi o que o senhor afirmou.

Lula: Isso é uma força de expressão. O dia que o senhor for candidato vai ter muita força de expressão no palanque.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.