9 de fev de 2017

Homem com câncer de próstata espera há quatro meses por atendimento, denuncia Gonzaga



Ray Melo - “Recebi um telefonema de uma pessoa que veio do alto Juruá, do rio Juruá Mirim, encaminhado para Rio Branco em outubro de 2016, com problemas de câncer de próstata, mas até hoje não foi atendido”, disse o deputado Luiz Gonzaga (PSDB), que denunciou na manhã desta quarta-feira (8), o que ele classifica como precariedade no atendimento do Hospital de Câncer do Acre (UNACON) de Rio Branco.

Segundo Gonzaga, o paciente “está com uma sonda desde então. Primeiro esperou 45 dias para fazer uma biopsia, com a demora a família resolveu pagar para agilizar o processo, mas ele continuou aguardando e nada. Voltou lá e pediram um Raio X de tórax. Um Raio x no INTO leva 21 dias para entregar o resultado e ainda tem que fazer um exame de cintilografia, mas o equipamento da Fundação está quebrado”.

O tucano afirma que o governo não pagou a empresa que faz o exame particular, deixando o paciente na fila de espera até o momento. “O Senhor Odílio Alves Feitosa esta na casa de terceiros, as pessoas já estão incomodadas com a presença dele, quando disseram que ele seria atendido em penas um mês. Isso é uma vergonha, é um descaso com o cidadão que paga seus impostos”, desabafa Luiz Gonzaga.

Ele destaca que na constituição, saúde é um direito de todos e um dever do Estado, “sem contar que temos a maior carga tributária do mundo. A vice-governadora disse que gastaram 16% a mais do que estava no orçamento, mas ninguém vê o que está sendo feito. As pessoas estão abandonadas, nem assistência social tem. Há uma real necessidade que o governo do Acre olhe mais para saúde e acabe com propaganda”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.