12 de jul de 2011

ÍNDIOS KAXINAWÁS TRAVAM BRIGA COM CANIBAIS EM RESERVA DO ALTO ACRE

O mistério envolvendo mortes de índios na fronteira entre Assis Brasil e Peru confirmam suspeitas que possa existir tribos desconhecidas naquela região.
Ângela Rodrigues, da Agência ContilNet

Índios pertencentes a tribo Kaxinauwá que vivem dentro de reserva no seringal Icuriã, distante cerca de cinco dias da cidade de Assis Brasil, na fronteira com o Peru, teriam entrado em confronto com outros nativos de etnia desconhecida que vivem isolados e seria adeptos ao canibalismo.

A informação foi confirmada por um agente policial à reportagem do site O Alto Acre, que pediu para não ter sua identidade revelada. Ele admitiu que os Kaxinawá teriam dado início ao confronto, neste domingo (10), e que 'índios brabos’ estariam tentando invadir território dos Kaxinawá, fato que teria motivado o conflito.

Colonos que residem nas proximidades relataram que observaram uma estranha movimentação no entorno da área dos principais ramais que dão aceso ao local.

Os moradores relataram que equipes da Força Nacional e Exército Brasileiro foram acionados para prestar socorro e conter o conflito.

“A gente sabe que algo muito estranho está acontecendo, mas devido a distância não temos como dar mais informações. Os soldados do Exército não quiseram falar, mas a informação que corre é que tem índios mortos na selva”, relatam.

Maiores informações de como aconteceu o conflito e o número de mortos ainda não foi divulgado. Fatores como o difícil acesso ao local e a postura das autoridades em não falar sobre o assunto prejudicam o trabalho da reportagem.

O mistério envolvendo mortes de índios na fronteira entre Assis Brasil e Peru confirmam suspeitas que possa existir tribos desconhecidas naquela região.

(Com informações do Alto Acre).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.