6 de jun de 2017

Sinhasique contesta dados da Segurança Pública e pede providências para Vila Campinas



Da Assessoria/Ravenna Nogueira - A deputada estadual e membro da Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), Eliane Sinhasique (PMDB), declarou que os dados da Segurança Pública no Estado são “cifras negras”, que não condizem com a realidade.

“Durante audiência pública em Vila Campinas, o secretário de Segurança Pública, Emylson Farias, declarou que apenas 69 casos de furto ou roubo foram registrados de Janeiro até aqui. Eu tive que rebatê-lo! Por conta de delegacias fechadas, algumas pessoas não conseguem registrar o Boletim de Ocorrência e por isso essas cifras são negras”, declarou a parlamentar.

Sinhasique lamenta que a criminalidade tenha chegado à zona rural. “As drogas e a criminalidade estão na zona rural. Lá, nossos jovens, também estão sendo atraídos pelas facções e as mulheres estão sendo usadas pelos homens para portar drogas, já que a Vila não possui policiais femininas para fazer as revistas”.

Vila Campinas tornou-se ponto estratégico para esconder automóveis roubados. “Os bandidos roubam carros e motos aqui na capital e escondem nos ramais, nas colônias. A Vila serve de esconderijo e a polícia está sem estrutura para fazer as diligências. É necessário que a Segurança Pública aja para coibir essa prática”.

A deputada diz que a Secretaria de Segurança Pública precisa atuar, conjuntamente, com outras secretarias para fazer uma gestão eficiente de combate e prevenção ao crime. “É necessário que se trabalhe preventivamente e, para isso, os gestores precisam atuar juntos para promover lazer, educação, esporte e segurança”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.