16 de ago de 2017

Rio Branco: Prefeitura realiza licitação para compra de tapetes de até R$ 1,4 mil; Após repercussão prefeito desiste de aquisição


Uma licitação realizada pela prefeitura de Rio Branco para compra de tapetes de até R$ 1,4 mil para a Secretaria da Casa Civil foi tema de debate na Câmara Municipal de Rio Branco, na manhã desta quarta-feira, 16.

Com base numa publicação do Diário Oficial, o vereador Emerson Jarude (PSL) levou o tema à tribuna da Casa e considerou a compra, além de desnecessária, cara.

A publicação oficial informa que são 12 tapetes tipo retangular em sisal chevron e retangular peludo felpudo com preços que variam entre R$ 750 e R$ 1,4 mil. Um total de R$ 12,3 mil.

“Até hoje os nossos governantes não aprenderam que não há espaço para privilégio. Nós temos uma cidade com vários buracos, com postos com falta de remédio, falta de profissionais, e a prefeitura gastando com tapete felpudo. É lamentável, é triste”, criticou Emerson Jarude.

Por telefone, ao ac24horas, o chefe da Casa Civil do prefeito de Rio Branco, Marcus Viana, André Kamai, disse que foi feito apenas um registro de preços e não uma compra.

Kamai acrescentou ainda que tudo foi realizado com transparência e obedecendo a lei. “São valores de mercado. Isso é um registro de preço. Não tem preço exorbitante, não tem sobrepreço”, afirmou o André Kamai.

Prefeitura decide não comprar tapetes

Depois do debate na Câmara e do contato feito pela reportagem de ac24horas com o gestor da Casa Civil, o prefeito de Rio Branco, Marcus Viana, telefonou imediatamente para o assessor especial da prefeitura, Auriney Melo, que acompanha as sessões diariamente na Casa, para informar que o Município não vai adquirir os tapetes. Ainda na Casa, após tomar conhecimento da decisão do prefeito, Jarude disse: “Parabenizo o prefeito em reconhecer que há outras necessidades mais importantes no Município”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.