15 de mai de 2018

Greve na saúde paralisa atividades no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul


Categoria diz que governo tem coagido servidores a assinarem acordos ilegais de trabalho, aumentado a carga horária e reduzindo salários

Momento em que servidores se reuniram e deflagraram a paralisação no hospital/Foto: cedida

Salomão Matos - Em assembleia geral na tarde desta segunda-feira (14), enfermeiros, técnicos de enfermagem e pessoal de apoio resolveram entrar em greve no Hospital Regional do Juruá, no município de Cruzeiro do Sul, interior do Acre.

As informações ainda são imprecisas quanto aos setores do hospital que continuam em funcionamento e aqueles que paralisaram o atendimento ao público.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Acre (Sintesac), os profissionais estão sendo desrespeitados e coagidos a assinar acordos trabalhistas que segundo a entidade são ilegais. Nos contratos estaria previsto o aumento da jornada de trabalho de 36 para 50 horas semanais.

Representantes da categoria alegam ainda que o documento apresentado pelo governo do Acre prevê redução e congelamento de salários. Os sindicalistas alegam ainda precarização das condições de trabalho.

Mais informações a qualquer momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.