29 de jun de 2015

O HOJE VEREADOR MIRABOR LEITE (PMDB), QUANDO ESTUDANTE JÁ DEMONSTRAVA TODO SEU AMOR POR TARAUACÁ


O hoje Vereador Mirabor Leite (PMDB), ainda era o estudante José Leite Neto  na escola Plácido de Castro, quando compôs alguns versos que foram editados em um pequeno livreto de 18 páginas.

Trata-se  de um concurso onde Mirabor Leite tirou o 1º lugar com esse livreto - A história de Tarauacá em Versos -  no concurso de poesia "Exaltação de Tarauacá" promovido pela DIVISÃO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DA PREFEITURA MUNICIPAL DE TARAUACÁ que tinha como Diretora da Divisão e Educação e Cultura a Senhora Suzette Linhares Ferreira, esposa do ex prefeito Ennio Ayres e consequentemente mãe do nosso glorioso Ennio Filho.

Parabéns ao nobre Vereador pelo feito histórico que agora é história.

PRODUÇÃO DO KC-390 NÃO TEM RECURSOS GARANTIDOS



Por Virgínia Silveira - O programa de desenvolvimento do jato de transporte militar KC-390, a cargo da Embraer, é o único projeto estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB) que teve autorização do governo para o recebimento de recursos aprovados pela Lei Orçamentária Anual (LOA) em 2015. Mas o mesmo não acontece para a sua produção.

O desenvolvimento do cargueiro é considerado prioridade número um na FAB, tendo em vista que qualquer atraso pode comprometer as vendas da aeronave no mercado internacional. “Os recursos estão sendo liberados de forma parcelada e no valor total de R$ 771 milhões para este ano”, disse o presidente da Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (Copac), brigadeiro Paulo Roberto de Barros Chã.

Embora seja considerado prioritário, os recursos para a fase de produção da aeronave ainda não foram confirmados. A Lei Orçamentária prevê R$ 400 milhões para a produção do KC-390 este ano. O contrato de produção de 28 aeronaves para a FAB, avaliado em R$ 7,2 bilhões, foi assinado com a Embraer em maio do ano passado. Em 2014 a Embraer recebeu R$ 20 milhões para iniciar as atividades de produção do KC-390.

A certificação para voo da versão civil do KC-390, que será emitida pela Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), está prevista para o fim de 2016. Já a certificação militar, conduzida pelo Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), vinculado ao DCTA, deverá ocorrer no segundo semestre de 2017. O certificado de tipo (do projeto) é garantia da segurança de operação da aeronave e cumprimento dos requisitos de projeto.

O processo de certificação do KC-390, segundo o brigadeiro Alvani Adão da Silva, diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), já produziu cerca de 1500 relatórios entre desenvolvimento e certificação (civil e militar), dos quais um terço já foi aprovado. “Estamos agora entre as fases de aprovação do plano de certificação pelas autoridades e a demonstração de cumprimento dos requisitos. O KC-390 também se prepara para a realização dos ensaios em voo, fundamentais para a demonstração do cumprimento dos requisitos.”

Para cumprir os prazos previstos no cronograma de trabalho da certificação, o IFI foi autorizado pelo governo a contratar 34 servidores temporários. Os novos profissionais também darão apoio às atividades de certificação e de compensação comercial, industrial e tecnológica no âmbito do projeto dos caças F-X2.

Além do KC-390, a Copac é responsável pela coordenação dos principais programas de reaparelhamento da FAB, entre eles a aquisição dos caças suecos Gripen NG e dos helicópteros H225, que também estão sendo adquiridos pela Marinha e o Exército. Para os demais projetos, mesmo com orçamento aprovado, a Copac ainda não teve autorização para repassar os recursos.

O programa F-X2 tem R$ 1 bilhão aprovados para o exercício de 2015. “Temos o crédito, mas não temos o numerário para pagar ou o financiamento aprovado”, afirmou o presidente da Copac. Independentemente do valor que será autorizado para a primeira parcela, segundo o brigadeiro, os recursos do F-X2 terão que ser faturados em 2015.

No caso do programa dos helicópteros H225M, produzidos para as três Forças pela Helibras, o presidente da Copac diz que foi aprovado R$ 323 milhões para 2015, mas a proposta orçamentária previa R$ 538 milhões. A Copac, no entanto, ainda não obteve autorização para liberar os recursos aprovados para o projeto.

RÚSSIA ESTÁ "BRINCANDO COM FOGO" AO SUGERIR USO DE ARMA NUCLEAR, DIZ PENTÁGONO


Foto: Poder Naval
Yahoo - A Rússia está "brincando com fogo" ao sugerir que se poderia usar armas nucleares em territórios em disputa, e a administração Obama acredita que essa postura é parte da campanha de intimidação russa contra a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), disse o número 2 do Pentágono, Robert Work, que é vice-secretário de Defesa.

Ele se mostrou preocupado com o que chama de provocação russa. "Qualquer um que pense que pode controlar a escalada das tensões por meio do uso de armas nucleares está literalmente brincando com fogo", afirmou. "Escalada é escalada, e o uso de armas nucleares poderia ser o último degrau", acrescentou.

Work não citou qualquer documento específico da Rússia, mas parecia se referir ao comentário do presidente do país, Vladimir Putin, feito em março, no qual ele afirmava estar pronto para assegurar que as forças nucleares russas estariam em alerta máximo durante as tensões em torno da anexação da Crimeia. Putin teria feito outros movimentos para enfatizar a prontidão e o poder do arsenal nuclear russo.

"Autoridades russas continuam fazendo comentários irresponsáveis sobre suas forças nucleares, e nós avaliamos que eles estão fazendo isso para nos intimidar e a nossos aliados também", afirmou Work. 

Fonte: Associated Press

NELSINHO PIQUET É O PRIMEIRO CAMPEÃO DA FÓRMULA E; BIRD VENCE EM LONDRES



Nelsinho Piquet

 - Bastou um sétimo lugar na 11ª e última etapa em Londres para Nelsinho Piquet sagrar-se campeão da Fórmula E. A categoria de carros elétricos da FIA teve entre 2014 e 2015 a sua temporada inaugural.

A decisão foi por apenas 1 ponto, 144 contra 143 de Sebastien Buemi. O piloto da e.dams chegou em quinto, tentou pressionar Bruno Senna nas voltas finais, mas não conseguiu superar o brasileiro da Mahindra, que o havia passado após uma rodada na 24ª volta.

A corrida foi vencida na pista por Stephane Sarrazin, que liderou desde a largada. Mas o francês, que foi bastante pressionado no final por Sam Bird, acabou penalizado em 30s por velocidade excessiva nos boxes e caiu para 15º.

Bird ultrapassou após a rodada de pit stops Loic Duval, que era segundo desde a largada. Este acabou em terceiro, atrás também de Jerome D’Ambrosio, seguido por Senna e Buemi.

Lucas di Grassi tinha chances matemáticas de título. Mas não conseguiu mais do que a sexta colocação, entre Buemi e Piquet: era 11º no grid e nono após a largada, evoluindo desde então.

Piquet, por sua vez, ganhou quatro posições na primeira volta, passando de 16º para 12º, depois herdou mais duas antes da parada, a qual foi o último a fazer e por isso liderou por alguns instantes. Na volta à pista, após a intervenção única do Safety Car, deixou para trás o companheiro de equipe, Oliver Turvey, e Salvador Duran, fazendo o necessário para ser campeão após a rodada de Buemi instantes antes.

Classificação da prova:

Pos Piloto Equipe Carro Dif.
1 Sam Bird Virgin Spark-Renault 45m48.792s
2 Jerome D’Ambrosio Dragon Spark-Renault 6.973s
3 Loic Duval Dragon Spark-Renault 9.430s
4 Bruno Senna Mahindra Spark-Renault 10.147s
5 Sebastien Buemi e.dams Spark-Renault 10.689s
6 Lucas di Grassi Abt Spark-Renault 11.204s
7 Nelson Piquet Jr. China Spark-Renault 11.561s
8 Salvador Duran Aguri Spark-Renault 12.402s
9 Oliver Turvey China Spark-Renault 14.142s
10 Nicolas Prost e.dams Spark-Renault 14.535s
11 Daniel Abt Abt Spark-Renault 23.170s
12 Simona de Silvestro Andretti Spark-Renault 24.610s
13 Karun Chandhok Mahindra Spark-Renault 31.501s
14 Alex Fontana Trulli Spark-Renault 38.423s
15 Stephane Sarrazin Venturi Spark-Renault 48.680s
16 Jean-Eric Vergne Andretti Spark-Renault 1 volta
- Nick Heidfeld Venturi Spark-Renault -
- Fabio Leimer Virgin Spark-Renault -
- Jarno Trulli Trulli Spark-Renault -
- Sakon Yamamoto Aguri Spark-Renault -

28 de jun de 2015

CONFIRMADO, DELEGADO OBETÂNIO RETORNA PARA TARAUACÁ



O Prefeito Dr. Rodrigo Damasceno colocou a pouco em sua página no facebook que já está definido o retorno do Delegado José Obetânio para nosso município.

"Delegado Obetânio Fica em Tarauacá!!!

Hoje tive um almoço muito positivo com o Delegado Obetânio no Município de Manoel Urbano. Na conversa, destacamos a importância de sua permanência em Tarauacá e apoio para que ele possa continuar a realizar um bom trabalho em Nosso Município!!

Depois de uma longa conversa pude perceber que seu coração estava dividido. Mesmo com todo o Carinho que ele também nutre por Manoel Urbano, ele pode entender que nesse momento Tarauacá estava precisando mais dele!

Destaco aqui, também a Sensibilidade do nosso Governador Tião Viana, do Secretário de Polícia Dr. Flávio, do amigo Gilvandro Assis, dos Vereadores, Deputados e Movimento Social de Tarauacá que também foram importantes para sensibilizá-lo!

Seja bem Vindo a Nossa Tarauacá Delegado Obetânio e tenho certeza que você também dará um Jeitinho de continuar demonstrando seu Carinho por Manoel Urbano!".

Sem dúvida é uma ótima notícia, porque esse era um dos grandes desejos da população tarauacaense, e aguardava com ansiedade essa resposta

Assecom Tarauacá

CAMPEONATO DE FÓRMULA 'E' - TEM BRASILEIRO DISPUTANDO: NELSINHO PIQUET TEM CHANCE DE GANHAR O TÍTULO - NESTE MOMENTO NA FOX ESPORTS- CANAL 50 NA CLARO TV

Foto: Terra

Com Nelson Piquet e Bruno Senna!


Porque não divulgam essa categoria?

Fórmula E, ou FIA Formula E Championship, é uma categoria de automobilismo organizada pela FIA com carros de monopostos movidos exclusivamente a energia elétrica, cuja primeira temporada começou no ano de 2014.

PREFEITO Dr. RODRIGO DAMASCENO PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO


O Prefeito Dr. Rodrigo Damasceno participou ontem (26), e hoje, da Audiência Pública para elaboração do Plano Municipal de saneamento básico. 

A elaboração desse plano é de iniciativa da FUNASA e teve como palestrante o Sr. Ronaldo Susuki da ECO ENGENHARIA Ltda, e também contou com a participação da senhora Shirlene Azevedo, do Núcleo Intersetorial de cooperação Técnica da FUNASA.

Esse prognóstico que foi feito é de fundamental para o planejamento futuro do município porque nele se especifica a responsabilidade de cada um e traça objetivos específicos para a organização do que já existe e para onde a cidade vai crescer.


Para o Prefeito Dr. Rodrigo Damasceno “A elaboração desse Plano Municipal de Saneamento é importantíssimo para o município, primeiro porque como médico sei que é uma questão de saúde pública, e segundo porque visitando o os bairros da cidade a gente nota que uma das ações mais relevantes e urgentes que podemos fazer é a  macrodrenagem, porque não adianta só ficar consertando pequenas coisas e lá na ponta do problema não dar vazão,  e as pessoas continuarem com seus quintais alagados. Por isso esse debate com a população é importante para sabermos quais as ações daremos prioridades segundo seus anseios”.  

Desperdício
Em relação à água tratada já é sabido que no Acre há municípios que se perde 68% a cada 100 m³ de água tratada, mais do que o município de São Paulo que é de 40%.

Responsabilidades
Tudo o que acontece dentro do município é de responsabilidade do município, portanto com esse prognóstico já sabemos o que está errado, onde está errado, leis que devem ser elaboradas, onde e quem Prefeitura deve cobrar, e até mesmo onde e com quem angariar verbas, já que trata de assuntos de alta complexidade como, por exemplo, aterro sanitário que não basta só implantar, tem que manter com um bom gerenciamento durante muito tempo, gerenciamento de resíduos sólidos, pneus, baterias, pilhas onde as empresas têm que ter os seus próprios planos de gerenciamentos, porque ela deve recolher  o que vende para dar um destino mais ecológico. 

Assecom

27 de jun de 2015

RJ: EM GRAVAÇÃO, TRAFICANTE AFIRMA TER MATADO AMARILDO PARA INCRIMINAR POLICIAL


Delegado revela ao site de VEJA existência de interceptação telefônica na qual um bandido, chamado de Catatau, declara ter assassinado o pedreiro para que a culpa fosse atribuída a um PM que agia infiltrado entre traficantes da Rocinha. Reportagem não obteve cópia da gravação

Desaparecimento de Amarildo na Rocinha é investigado pela Divisão da Homicídios(Alessandro Costa/Agência O Dia/VEJA)

Leslie Leitão - Uma interceptação telefônica, atualmente em poder da Justiça, pode ajudar a Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil do Rio a ter pistas sobre o paradeiro do pedreiro Amarildo de Souza, de 42 anos, vítima do desaparecimento mais comentado atualmente no Brasil. A conversa foi gravada pelo setor de inteligência da 15ª DP (Gávea), e envolve o traficante identificado apenas pelo apelido de Catatau e um policial militar da UPP da Rocinha. O PM, chamado de Avelar, trabalhava infiltrado na quadrilha com autorização judicial. No diálogo, o traficante diz ter "matado o Boi" para fazer com que a culpa recaísse sobre este policial especificamente. Boi, segundo a polícia, é o apelido que Amarildo tinha entre os traficantes da Rocinha.

A reportagem do site de VEJA não teve acesso à gravação, feita em 17 de julho, quatro dias depois do início da operação Paz Armada, que resultou na detenção de mais de 30 suspeitos de tráfico. O delegado Ruchester Marreiros, responsável direto pelo trabalho de investigação e que na semana passada foi transferido de delegacia, recusou-se a falar especificamente sobre o que ele classifica como "ação controlada" (que no linguajar jurídico significa que o agente da lei estava infiltrado com aval do Ministério Público e de um juiz para receber dinheiro e parecer aliado do tráfico). Marreiros, no entanto, admite a existência da gravação e o teor do material. "Realmente existe o grampo em que esse Catatau liga para o 'ação controlada' e fala algo do tipo: 'Aí, filho da p... Pegamos teu X-9 (informante). Matamos o Boi e vamos colocar na sua conta'. Boi, segundo as nossas investigações, era o apelido do Amarildo", afirmou o delegado.

As suspeitas sobre a ligação de Amarildo com o crime não são novas - tampouco partem apenas de policiais. O fato é que o caso, independentemente da ficha criminal da vítima, mostra como é corriqueiro o desaparecimento de pessoas no Rio de Janeiro, seja por obra de traficantes ou, o que é pior, por agentes da lei. O caso Amarildo seria apenas mais um registro sem importância para a polícia, mas ganhou notoriedade por uma coincidência: seu desaparecimento, há 25 dias, coincidiu com o momento de ebulição nas ruas e pegou carona nas reivindicações que, no Rio, têm o governador Sérgio Cabral e a PM como alvos principais.

Em entrevista à rádio CBN, na manhã desta quinta-feira, Marreiros afirmou que tanto Amarildo como a mulher, Elizabete Gomes da Silva, a Bete, eram envolvidos com a quadrilha que domina as bocas de fumo da Rocinha. O delegado ainda apresentou um vídeo no qual uma testemunha afirma ter sido espancada na porta da residência do casal. A vítima disse ainda que o imóvel era usado por traficantes para sessões de tortura. "Nada justifica o fato de o Amarildo ter desaparecido. Mas também não se pode ignorar que a vítima em questão fazia parte do crime organizando, inclusive guardando material do tráfico em casa", disse Marreiros.

Infiltrados - Para entender a trama sobre a qual a gravação levanta suspeitas - digna, diga-se, dos melhores filmes policiais -, é preciso voltar quatro meses no tempo, quando uma das equipes de policiais foi trabalhar infiltrada no tráfico. O grupo era comandado por um jovem soldado, o PM Avelar. Com o pretexto de que aceitaria receber propinas para deixar as bocas de fumo funcionarem durante seus plantões, o policial conseguiu se aproximar e ganhar a confiança de um dos homens que controlam a região atualmente, Luiz Carlos da Silva, o Djalma. O site de VEJA apurou que a equipe de Avelar passou a frequentar até mesmo bares e festas onde os traficantes se divertiam na favela. E todo o dinheiro que recebia do tráfico (o chamado 'arrego') era apreendido oficialmente no inquérito, que corria em segredo de Justiça na delegacia da área.

A falsa intimidade era tão grande que os PMs deixavam que os traficantes manuseassem seus fuzis. Nem todos, no entanto, gozavam da mesma confiança dos bandidos. "Todos eram aceitos. Menos um soldado da equipe, que uma vez se recusou a emprestar o fuzil. Criou até um clima ruim, mas depois ficou tudo resolvido", explica um oficial da PM que teve acesso às filmagens produzidas pela equipe infiltrada. De acordo com as informações obtidas pela própria UPP, o bandido conhecido como Catatau estava desconfiado da íntima relação entre o chefe Djalma e a equipe do soldado Avelar. 

"Teve um dia que a equipe do Avelar ficou cercada na Rua 2 (localidade da favela) e tivemos de resgatá-los de lá. Era o grupo do Catatau tentando matá-los", afirma um cabo da UPP da Rocinha.
Desaparecimento - A gravação telefônica e a existência do traficante Catatau são apenas peças novas e isoladas em uma investigação que, desde o início do sumiço de Amarildo, caminhou pouco. Mas o que se sabe, até agora, compromete a Polícia Militar. Entre as raras certezas do caso, duas depõem contra a corporação: o sistema de câmeras, criado para vigiar as ruas da favela contra os bandidos e dar transparência à ação da polícia, estava desligado na noite de 14 de julho, quando a vítima sumiu; e também não funcionava o GPS da viatura que transportou Amarildo - outro item que serve para evitar que, em casos como o de agora, os policiais sejam acusados injustamente. As buscas, até agora, não encontraram qualquer vestígio de Amarildo.

FACECOISAS - 27/06/2015




SAI O PAGAMENTO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS - MAIS NOTÍCIAS DA PREFEITURA








Assecom Tarauacá

FARRA DO BOLSA-FAMÍLIA EM FEIJÓ: CARGOS COMISSIONADOS E FILHOS DE EMPRESÁRIOS RECEBEM BENEFÍCIO

A denúncia está criando comoção no município, pele extensão das fraudes.
Chefes de departamento, esposas de funcionários públicos e de policiais militares, pessoas que moram em Rio Branco e até em outros estados estão na lista dos beneficiários do Programa Bolsa Família em Feijó. A denúncia é do radialista Antônio Messias, da Rádio Feijó FM e publicada no site da rádio e no portal Giro Feijó.
São mais de vinte beneficiários do programa social do governo que não correspondem ao perfil e estão fraudando o benefício. Entre elas, o autor da denúncia identificou uma chefe de setor do Departamento de Trânsito do município, uma chefe de serviço de Ação Social, responsável pelo cadastro do Bolsa Família, um assessor com cargo comissionado na prefeitura, uma assistente social e um professor que estariam morando em Rio Branco, além de esposas de militares, filhos de empresários conhecidos na cidade, agentes de saúde e servidores do Judiciário.
Baseado no relatório de transferência que mostra o Total destinado à ação Transferência de Renda Diretamente às Famílias em Condição de Pobreza e Extrema Pobreza conforme a (Lei nº 10.836, de 2004): mostramos aqui que realmente servidores que ganham até 5 mil reais por mês pode está recebendo o dinheiro do Bolsa Família. Isso é o que consta nos 4 primeiros meses de 2015.
As partes acusadas devem procurar urgente a Secretaria de Ação Social de Feijó para esclarecer, pois, até pode está acontecendo erros de transferências de valores para essas pessoas ou seus nomes não foram dado baixas.
Os relatórios que mostramos abaixo de apenas duas pessoas é para comprovar que tem muitas coisas erradas. Porém outras 40 pessoas também podem está sendo beneficiadas de forma totalmente irregular ou enfrentando problemas criados pela própria secretaria. Veja cópias de relatórios abaixo:
O mais incrível de tudo é que já encontramos até o nome da esposa de um vereador que também pode está recebendo 232 reais mensalmente oriundo do Bolsa Família. Todas essas pessoas tem o direito de resposta nesse SITE e na Rádio FM esposáveis pelas investigações.
TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS POR AÇÃO
Total destinado pelo Governo Federal em âmbito nacional em 2015 - Transferência de Recursos:
R$
117.247.890.879,76
Total destinado à ação Transferência de Renda Diretamente às Famílias em Condição de Pobreza e Extrema Pobreza (Lei nº 10.836, de 2004):
R$
9.344.449.931,00
Total destinado aos favorecidos situados no Estado ACRE:
R$
74.402.954,00
Total destinado ao Governo do Estado:
R$
0,00
Total destinado aos favorecidos situados nos municípios do Estado:
R$
74.402.954,00
Total destinado aos favorecidos situados no município FEIJO:
R$
5.664.982,00
Total destinado ao Favorecido LUCIA FLAVIA PINHEIRO LEITE :
R$
316,00
Caso queira outra classificação, clique no título da coluna correspondente
Abril/2015
Abril/2015
CAIXA - Programa Bolsa Família                                                                                                                                                                                                                                                      79,00
79,00
Março/2015
Março/2015
CAIXA - Programa Bolsa Família                                                                           79,00
79,00
Fevereiro/2015
Fevereiro/2015
CAIXA - Programa Bolsa Família                                                                           79,00
79,00
Janeiro/2015
Janeiro/2015
CAIXA - Programa Bolsa Família                                                                           79,00
79,00
Página 1/1
TRANSFERÊNCIA DE RECURSOS POR AÇÃO
Total destinado pelo Governo Federal em âmbito nacional em 2015 - Transferência de Recursos:
R$
117.247.890.879,76
Total destinado à ação Transferência de Renda Diretamente às Famílias em Condição de Pobreza e Extrema Pobreza (Lei nº 10.836, de 2004):
R$
9.344.449.931,00
Total destinado aos favorecidos situados no Estado ACRE:
R$
74.402.954,00
Total destinado ao Governo do Estado:
R$
0,00
Total destinado aos favorecidos situados nos municípios do Estado:
R$
74.402.954,00
Total destinado aos favorecidos situados no município FEIJO:
R$
5.664.982,00
Total destinado ao Favorecido SABRINA MARIA LEITAO DE ARAUJO CASTRO :
R$
928,00
Caso queira outra classificação, clique no título da coluna correspondente
Abril/2015
Abril/2015
CAIXA - Programa Bolsa Família
232,00
Março/2015
Março/2015
CAIXA - Programa Bolsa Família
232,00
Fevereiro/2015
Fevereiro/2015
CAIXA - Programa Bolsa Família
232,00
Janeiro/2015
Janeiro/2015
CAIXA - Programa Bolsa Família
232,00
Informamos que após averiguado descobriu-se que Maria Claudileudes Oliveira de Lima, não é funcionária da justiça.
Depois de um minucioso levantamento esse Portal de Notícias descobriu que Maria Claudileudes Oliveira de Lima, citada como beneficiária do Bolsa Família não é funcionária e nem presta serviços para a justiça. A mesma passa boa parte do dia no Juizado das Pequenas Causas, porque, segundo informações, tem uma agencia de cobranças.
fonte  www.radiofmfeijo.com

26 de jun de 2015

MINHA CONTRIBUIÇÃO (COM RIMA), PARA ELABORAÇÃO DO PLANO DE SANEAMENTO


SEM EDUCAÇÃO NÃO TEM JEITO DA ADMINISTRAÇÃO RESOLVER QUALQUER VASÃO. 


Se o rio não tivesse saída para o mar, também já estaria entupido.

25 de jun de 2015

DEPUTADO JESUS SÉRGIO CONVIDA DIRETOR DA ELETROBRAS PARA PRESTAR ESCLARECIMENTOS SOBRE REAJUSTES E BANDEIRA TARIFÁRIA PRATICADA NO ACRE



Da Assessoria - Após repudiar na tribuna da Assembléia Legislativa do Acre (ALEAC), o alto preço da tarifa de energia elétrica praticada no estado e a precariedade dos serviços prestados no interior, o deputado estadual Jesus Sérgio (PDT) apresentou requerimento nesta quinta-feira, 25, propondo a vinda do diretor-presidente da Eletrobras Distribuição Acre.

Vale destacar que na última quarta-feira, 24, o presidente da Eletrobras Marcos Aurélio Madureira anunciou, em Brasília, o desligamento de Joaquim Caldas Rolim de Oliveira, diretor-presidente da Eletrobras Acre, que será substituído interinamente pelo engenheiro Luiz Armando Crestana, Diretor Comercial da empresa.

Embora não se tenha formalizado o nome do novo gestor que irá assumir a pasta, Jesus Sérgio destaca que o requerimento vai de encontro com a necessidade de informação da sociedade acerca dos frequentes reajustes praticado na tarifa de energia elétrica no Estado e ainda pede esclarecimentos quanto a tão falada bandeira tarifária, que saltou para R$ 5, 50 por cada 100 quilowatts hora.

A pauta ganhou força e representantes de estados que compõem a Amazônia já se mobilizam, inclusive no Congresso Nacional, questionando a aplicação da tarifa extra. Jesus Sérgio pede a presença do gestor da Eletrobras Acre para que realize um detalhamento quanto à aplicação da tarifa, uma vez que alguns dos estados - que compõem a Amazônia - não estão conectados ao Sistema Interligado Nacional (SIN), requisito imprescindível para cobrança da tarifa.

Jesus Sérgio explica que “não está claro quais dos 22 municípios do Acre estão interligados ao SIN. Ao que parece alguns municípios não deveriam estar enquadrados na cobrança, entre eles: Assis Brasil, Cruzeiro do Sul, Feijó, Marechal Thaumaturgo, Manoel Urbano, Porto Walter e Tarauacá, portanto, precisamos que seja esclarecido, explicou.

Além disso, o deputado apresenta a queixa dos consumidores das cidades mais distantes que tem sofrido com as frequentes quedas de energia elétrica, além da falta de investimento na expansão da rede na maioria dos municípios acreanos.

IMAGEM DO DIA - 25/06/2015

Algodoal/ Pará - Foto: Lia Correia

INSETICIDAS PODEM CAUSAR TRÊS TIPOS DE CÂNCER, ALERTA OMS


De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o produto químico Lindano está relacionado ao linfoma não-hodgkin (LNH). O DDT, possivelmente também ao câncer de fígado e de testículo

O Lindano, um produto químico amplamente utilizado na agricultura e na remoção de piolhos e sarna em seres humanos, está proibido ou com uso restringido desde 2009 em muitos países. O DDT , outro químico, é aplicado para erradicar o transmissor da malária e na agricultura(Getty Images/VEJA)

De acordo com um pronunciamento da Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira, o inseticida Lindano aumenta o risco de linfoma não-hodgkin (LNH). Já o DDT, ou diclorodifeniltricloroetano, estaria sob "forte suspeita" de causar o mesmo efeito, além de possivelmente aumentar o risco de câncer de testículo e de fígado.

Durante uma análise de vários produtos químicos agrícolas, especialistas da Agência Internacional de Investigação do Câncer, instituição ligada à OMS, afirmaram que a partir de agora o lindano será classificado como "cancerígeno para seres humanos". Já o DDT, como "provavelmente cancerígeno para os seres humanos". Os produtos causam forte estresse oxidativo no organismo, processo que pode danificar as células do corpo.

A agência assinalou que os estudos epidemiológicos não encontraram aumentos elevados ou consistentes com risco de linfoma ou outros cânceres pela exposição ao 2,4-D, outro tipo de inceticida, mas há forte evidência de que ele induz ao estresse oxidativo..

Ainda de acordo com a Agência Internacional de Investigação do Câncer, a elevada exposição ao Lindano já era relatada entre os trabalhadores agrícolas e aplicadores de pesticidas. Até 2009, o produto era um inseticida amplamente utilizado na agricultura e na remoção de piolhos e sarna em seres humanos. Mas, desde então, está proibido ou restringido na maioria dos países, incluindo o Brasil.

O DDT foi introduzido para o controle de doenças transmitidas por insetos durante a Segunda Guerra Mundial e, mais tarde, amplamente aplicado para erradicar o transmissor da malária e na agricultura.

(Com Reuters)