27 de jun de 2016

SENADO QUER QUE GRAÇA FOSTER EXPLIQUE US$434 MILHÕES ENVIADOS À BOLÍVIA


Comissão do Senado aprova convite para ouvir Graça Foster sobre acordo entre Brasil e Bolívia
Presidente da Petrobras deve prestar esclarecimentos sobre acordo entre Brasil e Bolívia
   
Presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster - Guito Moreto / Arquivo O Globo

CRISTIANE JUNGBLUT  - A Comissão de Relações Exteriores do Senado (CRE) aprovou, nesta quinta-feira, o convite para que a presidente da Petrobras, Graça Foster, preste esclarecimentos sobre um acordo entre Brasil e Bolívia. Na verdade, o requerimento era apenas para a realização de um audiência pública conjunta no âmbito da Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) e da CRE para discutir o contrato firmado entre a Petrobras e o governo da Bolívia, pelo qual ficou definido que a estatal brasileira pagará US$ 434 milhões ao país vizinho pelo envio de excedente energético do gás natural exportado ao Brasil.

Ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, em depoimento na CPI Mista da Petrobras
Petrobras quer ouvir Costa nas apurações internas e pede provas de denúncias
O autor do requerimento, senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), disse que seria necessária a presença de Graça Foster.

— Recomendo a presença da senhora Maria das Graças Silva Foster, presidente da Petrobras — disse Ferraço

O requerimento foi aprovado sem problemas. A presidente da Petrobras não é obrigada a comparecer.

A CRE também aprovou convite para ouvir o depoimento do ministro da Agricultura, Neri Geller. O convite é para participar de audiência pública conjunta da CRE e da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA). O objetivo é discutir a eventual liberação, pelo governo brasileiro, da importação de café. O requerimento também é de autoria do senador Ricardo Ferraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.