26 de abr de 2016

ADEUS A MAJOR JOHN BUYERS


John William Buyers – 08 de janeiro de 1920 – 23 de abril de 2016


Valter Andrade - Decolou em sua ultima missão aos noventa e seis anos… Dono de um grande senso humor e uma gargalhada generosa, infinitas vezes escutei muitas das suas aventuras, foram mais de vinte anos entre idas e vindas me deliciando com as historias do bom e velho major. Os pilotos do grupo Senta a Pua usam uma saudação de despedida ou reencontro, e aqui vai o meu Adelphi, e bom voo!

O Maj. RR John W. Buyers U.S. Pilot AAF O-438493, é filho de Paul Eugene Buyers e Eunice Cigars Bueyrs.

Nasceu em 8 de janeiro de 1920 na cidade mineira de Juiz de Fora, pouco antes da Segunda Guerra Mundial retornou com a família para os EUA, onde ingressou na USAAF (United States Army Air Force).

No período que viveu no Brasil o garotinho Buyers chegou a conhecer o intrépido cientista e aviador Alberto Santos Dumont. Aos nove anos de idade ele não sabia quem era aquele simpático senhor, anos mais tarde soube que era o Pai da Aviação Brasileira.

Ao retornar aos Estados Unidos resolveu entrar para a Força Aérea do Exército dos Estados Unidos (USAAF), foi declarado piloto militar no ano de 1941.

John W Buyers USAAF Major was the liasion officer between the _st Brazilian Fighter Group and USAAF

O major John W Buyers da USAAF era o oficial de ligação entre o 1° Grupo de Caça da FAB e a USAAF

Pelo fato de falar português fluentemente o jovem tenente foi escolhido para ser o oficial de ligação entre o Brasil e os Estados Unidos.

Quando o Brasil finalmente rompeu relações com a Alemanha Nazista, formou-se um grupo de militares da recém criada Força Aérea Brasileira, os quais seguiram para a Europa após treinarem nos estados Unidos e Panamá.

A Itália foi o teatro de operações onde lutou a FEB (Força Expedicionária Brasileira) do Exercito Brasileiro junto com o 1º Grupo de Aviação de Caça, o chamado; “Senta a Pua.”

Tenente John W. Buyers no P-47D

O Tenente John W. Buyers sempre esteve junto com os brasileiros no período de combates na Europa ocupada, chegando inclusive a voar 23 missões de combate nos aviões de caça P-47D Thunderbolt da FAB, ajudando no esforço para liberar a Itália da ocupação nazista.

Buyers sempre teve a disposição um velho bombardeiro B-25C que teve seu armamento retirado para servir de avião de transporte. “Desert Lil” foi o apelido dado pela primeira tripulação do North American B-25C Mitchell (número de série: 41-12872) que pertencia ao 82º Esquadrão de Bombardeio (82nd Bomber Squadron) “Bulldogs” do 12º Grupo de Bombardeio (12th Bomb Group), o famoso “Earthquakers” que atuou no Norte da África e no Mediterrâneo.

B-25C Desert Lil
Buyers sempre referia-se a este avião como: “meu avião” pelo fato dele voar constantemente com ele nas mais diversas tarefas de apoio ao grupo de caça brasileiro, incluindo uma missão de resgate no final da guerra dentro da Alemanha.

Ao findar a Segunda Guerra Mundial, ele obteve permissão do governo americano e casou-se com sua primeira esposa, a brasileira; Maria Izabel que ele havia conhecido em Recife quando era oficial de ligação na estação de radio do Pina.

Com ela teve dois filhos, John Junior e Ann Marie, anos após o falecimento de sua esposa, Buyers casou-se novamente com outra brasileira, dona Iracema sua ultima companheira, e viveu os últimos anos entre as cidades de Recife e Maceió.

O jornalista Valter Andrade e John W. Buyers

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Atenção:
Comentários ofensivos a mim ou qualquer outra pessoa não serão aceitos.